Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-27T06:53:07-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Estreita margem

Bolsas europeias sobem com vitória dos social-democratas na Alemanha

SPD, de centro-esquerda, venceu a aliança de centro-direita formada por CDU e CSU; Angela Merkel deixa o governo com um legado de vitórias sobre sucessivas crises

27 de setembro de 2021
6:47 - atualizado às 6:53
Angela Merkel
Imagem: shutterstock

A bolsa de valores de Frankfurt inicia a semana em alta, puxando consigo a maior dos principais índices de ações da Europa em reação à vitória por estreita margem dos social-democratas (SPD) sobre o bloco de centro-direita da chanceler Angela Merkel (CDU/CSU).

O SPD foi o partido mais votado nas eleições gerais do fim de semana na Alemanha, com 25,7% da votação e 206 cadeiras.

O bloco de Merkel vem logo atrás, com 24,1% dos votos e 196 cadeiras, segundo pelo Partido Verde, com 14,8% dos sufrágios e 118 assentos no Bundestag, o Parlamento alemão.

Olaf Scholz, do SPD, terá preferência para buscar coalizão

Na avaliação de analistas políticos alemães, o resultado mais provável é que Merkel, que já havia anunciado sua aposentadoria depois de 16 anos como chanceler, seja sucedida por Olaf Scholz.

A expectativa é de que o líder social-democrata componha uma coalizão majoritária com os Verdes e os Democratas Livres (92 cadeiras), vistos como pró-mercado.

Ainda assim, o resultado apertado não impossibilita o novo líder da CDU-CSU, Armin Laschet, de buscar uma aliança viável.

O legado de Merkel

Depois de quatro mandatos consecutivos, Merkel deixa o governo com um legado de vitórias sobre sucessivas crises.

Quando Merkel assumiu a Alemanha, em 2005, o país era a terceira maior economia do mundo. Apesar do crescimento de 34% do PIB alemão nos últimos 16 anos, o país foi ultrapassado pela China e hoje é a quarta maior economia do planeta. Já o desemprego caiu de 11% para cerca de 4,5% no período.

Apesar dos números robustos, o caminho foi turbulento. No lado das crises financeiras, ainda em seus primeiros anos como chanceler, esteve à frente da Alemanha durante a quebra do Lehmann Brothers e também no resgate aos países da zona do euro.

No campo humanitário, teve papel fundamental ao abrir as fronteiras alemãs para o fluxo de refugiados da guerra na Síria.

Politicamente, transitou com habilidade na busca por soluções para as desavenças entre Rússia e Ucrânia e para o divórcio entre o Reino Unido e a União Europeia, mais conhecido como Brexit.

Merkel também ficou marcada como uma voz de lucidez no combate às mudanças climáticas e no enfrentamento à pandemia de covid-19.

Entra para a história como uma das mais longevas chanceleres da Alemanha, empatada com Helmut Kohl e atrás apenas dos 19 anos de Otto von Bismarck.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa fecha semana no azul, Nubank valendo bilhões a menos e primeiro ETF cripto dos EUA: veja as principais notícias desta sexta

Em uma limousine brilhante, o Ibovespa chegou atrasado para a festa das bolsas globais — mas chegou.  Os balanços das empresas europeias e americanas abriram as portas do salão de baile: com o bom resultado das companhias, dados mistos da economia e um desenho mais nítido da retirada de estímulos monetários, Wall Street brilhou.  O […]

CRIPTOMOEDAS

Quais as dificuldades na regulamentação do Bitcoin e demais criptomoedas?

Analista de criptomoedas, Valter Rebêlo, comenta sobre o processo de regulamentação das criptomoedas ao redor do mundo

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tira uma lasquinha da festa das bolsas globais e sobe mais de 1% na semana; dólar recua após atuações do BC

Com uma bolsa descontada após as turbulências recentes, o Ibovespa tinha tudo para chegar cedo nessa festa, mas foi preciso que o Banco Central assumisse a condução para que a B3 tivesse uma chance.

ALGUNS BILHÕES A MENOS

Nubank prepara IPO com listagem na Nasdaq e na B3 até o fim deste ano, mas deve baixar a pedida no valuation

Meses atrás, a startup buscava ir a mercado avaliada em cerca de US$ 100 bilhões; veja o novo valor de mercado segundo o Broadcast

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies