Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-17T17:30:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
lobby

Em processo de IPO, Blau é mencionada como possível parceira em insumos para vacina da covid

Segundo o site “O Antagonista”, líderes do PP tentam articular parceria com farmacêutica chinesa para acelerar vacinação

17 de março de 2021
15:27 - atualizado às 17:30
blau
Imagem: Divulgação

O nome da Blau Farmacêutica ganhou destaque no noticiário desta quarta-feira (17) não apenas pelo fato de ter apresentado ontem o prospecto de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), mas também por informações de um suposto lobby para que ela produza o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) para a vacina contra a covid-19.

Segundo apurou o site “O Antagonista”, líderes do Partido Progressista (PP), como o presidente da agremiação, Ciro Nogueira, e Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, entraram em contato com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, insistindo numa parceria entre a farmacêutica chinesa Sinopharm, que desenvolveu uma vacina contra o novo coronavírus, e a Blau, para acelerar o processo de imunização da população.

Em carta ao embaixador, divulgada pelo site, outro líder do PP, Fausto Pinato, sugeriu uma “parceria comercial entre as empresas China National Pharmaceutical Group Corporation (Sinopharm) e Blau Farmacêutica S/A, a qual entendo ser a melhor opção para atender ao Ministério da Saúde, para que este possa cumprir com êxito e com maior brevidade possível o processo de vacinação da população brasileira”.

O prospecto da Blau não faz referência a possíveis conversas sobre uma parceria com a Sinopharm para a produção de IFA para vacina contra a covid-19.

Procurada pelo Seu Dinheiro, a empresa não enviou um posicionamento até a publicação dessa nota, mas o espaço está aberto para a sua manifestação.

Capacidade

A Blau concluiu em fevereiro, em seu complexo industrial na cidade de Cotia, em São Paulo, a construção de uma fábrica com duas linhas produtivas de IFAs biotecnológicos.

A unidade, que conta com certificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), visa fornecer insumos produtivos de biossimilares para a produção de seus medicamentos, mas ela tem flexibilidade de produzir vacinas a partir de vírus inativado. Em seu site, a Blau informou que foram investidos R$ 200 milhões no projeto.

“A ação visa o processo de verticalização, bem como a mitigação dos riscos de um possível desabastecimento de insumos estratégicos e, ao mesmo tempo, amplia a abrangência geográfica e a rentabilidade do nosso negócio”, diz trecho do prospecto. “A companhia espera que sua independência para a obtenção desses insumos assegure o lançamento de seus medicamentos globalmente, posicionando-a como um player relevante deste segmento.”

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

entrevista

Para economista-chefe do Santander Brasil, flexibilização do teto de gastos já é uma realidade

É preciso entender a dinâmica do momento para não entrar em escaladas “otimistas” ou “pessimistas”, diz Ana Paula Vescovi

pós-fusão

Ações da Hering (HGTX3) deixam de ser negociadas na B3 a partir desta segunda (20)

Transferência de papéis faz parte do acordo de fusão entre as companhias; Soma comprou a Hering em abril

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies