Menu
2021-01-19T11:10:50-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
EM ALTA

Com petróleo em alta, Credit Suisse reitera recomendação de compra da Petrobras

Banco eleva preço-alvo de ADRs após revisar para cima projeção para Ebitda da indústria do petróleo em 2021 e 2022

19 de janeiro de 2021
11:10
Petrobras
Imagem: Shutterstock

A tese de investimento da Petrobras para 2021 ganhou ainda mais força recentemente com a alta prevista para o barril do petróleo no ano, levando os analistas do Credit Suisse a ajustarem suas previsões para a companhia e, consequentemente, o preço-alvo dos recibos de ações (ADRs), reiterando a recomendação de compra.

Os analistas Regis Cardoso e Marcelo Gumiero decidiram elevar o preço-alvo para os papéis negociados na Bolsa de Nova York (Nyse) de US$ 15,00 para US$ 16,00. Eles não informaram se realizaram reajuste parecido para as ações negociadas na B3 (PETR4 e PETR3).

Diante da desvalorização do dólar, que tem efeito positivo sobre o petróleo tipo Brent, e a decisão do governo da Arábia Saudita de cortar voluntariamente sua produção em 1 milhão de barris por dia (bpd) entre fevereiro e março, o banco suíço elevou as projeções para a cotação do Brent:

  • para 2021, o preço estimado do barril passou de US$ 50,00 para US$ 59,00; e
  • para 2022, ele foi de US$ 60,00 para US$ 63,00 o barril.

A situação resultou na elevação da estimativa do Credit Suisse para o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da indústria de empresas petroleiras em 2021 em 20%. Para 2022, a estimativa foi reajustada positivamente em 6%.

Bom valuation

Junto com a decisão de elevar o preço-alvo dos ADRs da Petrobras, os analistas do Credit Suisse reiteraram a recomendação de compra para os papéis, avaliando que a empresa está subvalorizada no mercado.

Eles citam que o múltiplo EV/Ebitda – indicador que justamente mostra se uma empresa está sub ou supervalorizada – deve girar em torno de 3,9 vezes em 2021 e 3,5 vezes em 2022, abaixo da média histórica (5,5 vezes).

Outro dado indicando que os papéis estão em bons patamares é a rentabilidade do fluxo de caixa livre ao acionista, o FCFE yield, que sinaliza o potencial de retorno aos acionistas. Para o banco, as ações estão sendo negociadas com um índice de 21% neste ano, muito acima do custo que a Petrobras terá para dar esse retorno.

Para além do petróleo

O preço do petróleo é um catalisador de alta das ações da Petrobras, mas os investidores querem ver avanços na venda das refinarias. Com a commodity valorizada, os analistas do Credit Suisse afirmam que a companhia pode sofrer com interferência política para manter baixo o preço da gasolina e do diesel. A venda das refinarias dissiparia a preocupação.

Apesar disso, eles destacam que estes e outros desinvestimentos estão caminhando, o plano de negócios está entregando valor aos acionistas e a Petrobras faz bem em investir mais no pré-sal, campos que têm retornos elevados.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Piorou?

Guedes vê perda estrutural em PEC do auxílio

O plenário do Senado manteve o texto da PEC emergencial com o limite de R$ 44 bilhões para a despesa com o pagamento da nova rodada do auxílio para os mais vulneráveis.

DIÁRIO DE BORDO

À procura de um porto seguro para seu dinheiro em tempos turbulentos no Brasil? Veja onde investir

Se “mar calmo nunca fez bom marinheiro”, o que aprendi nesses meus 25 anos de mercado financeiro é que em momentos de ruídos e turbulências precisamos ser ainda mais persistentes e consistentes em nossos investimentos.

Suspeita de crime

CVM confirma processo para investigar suposto ‘insider trading’ na Petrobras

A suspeita de que alguém pode ter lucrado R$ 18 milhões com o vazamento de informações sobre o que ocorreria na estatal vieram à tona no início da semana e mexeram com os ânimos do mercado.

Queda brusca

Produção de veículos recua 3,5% em fevereiro em comparação anual, diz Anfavea

Frente a janeiro, a produção caiu 1,3%, levando o volume acumulado no primeiro bimestre para 396,7 mil unidades.

Gestora sobe o tom

Fundo Verde se protege no câmbio e diz que governo “falhou miseravelmente” em comprar vacinas

O atraso em proteger a população aparece a olhos vistos, e tem consequências óbvias tanto em termos de vidas quanto em termos econômicos, escreveu a gestora de Luis Stuhlberger

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies