Menu
2021-04-18T17:31:07-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Disputa de gigantes

1×0 para o Magalu: varejista vence Mercado Livre em queda de braço no Cade

A companhia argentina havia apresentado um recurso para impedir a aprovação de uma das recentes aquisições da Magazine Luiza

15 de abril de 2021
16:04 - atualizado às 17:31
Mercado Livre Magalu
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Um recurso apresentado pelo Mercado Pago - empresa de pagamentos do Mercado Livre - contra a compra da fintech Hub Prepaid pela Magazine Luiza, foi negado pelo tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) na última quarta-feira (14).

A operação já havia sido aprovada pela Superintendência-Geral do órgão no mês passado, mas foi levada ao tribunal após a contestação. Segundo o Mercado Livre, a Hub prestava serviços financeiros para a empresa e detém informações sensíveis sobre sua operação.

A companhia argentina alegou que os dados poderiam estar sujeitos a um possível repasse para a concorrente que não teria sido devidamente investigado pelo Cade. 

Os conselheiros, no entanto, entenderam que a questão da troca de informações não cabe ao órgão e que a operação não traz prejuízos à concorrência. "Não há, do ponto de vista concorrencial, quaisquer fundamentos sólidos capazes de obstar o presente ato de concentração", afirmou a conselheira relatora, Paula Azevedo.

Saiba mais sobre a aquisição

O Magazine Luiza, por meio de sua subsidiária Magalu Pagamentos, anunciou, em dezembro, a compra de 100% da instituição de pagamentos Hub Prepaid por R$ 290 milhões. A fintech, que comecou a operar em 2012 e já conta com cerca de 4 milhões de contas digitais e cartões pré-pago ativos, movimentou R$ 6,6 bilhões em 2020.

Na época, o Magalu disse que, após a integração com a Hub, os clientes do MagaluPay poderiam contar com a plataforma de produtos e serviços financeiros, de forma gratuita, integrada ao aplicativo da varejista. 

Um dos futuros serviços ofertados pelo Magalu será a abertura de conta digital para compras, depósitos, transferências, pagamentos e saques. Além disso, os clientes também terão acesso a um cartão pré-pago para uso em compras físicas.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

cardápio dos balanços

Balanços de Copel, Braskem, Azul e outros mexem com o mercado nesta quinta; veja os destaques

Só no Ibovespa, foram ao menos cinco companhias que revelaram os resultados do primeiro trimestre entre esta quarta e quinta; desempenho mexe com os papéis das companhias

Exile on Wall Street

Investir de maneira inteligente ajuda (mas não garante) retorno

Quero voltar aqui rapidamente ao Day One de terça, quando o Felipe citou o Soros em sua melhor forma, o arquétipo do investidor autocrítico: “Toda posição tem uma ou mais vulnerabilidades.” “Se você acha sua exposição perfeita, cuidado; você apenas não entendeu direito.”  “Sempre existe algo escondido ali, alguma armadilha não percebida a priori. Suas chances de […]

Dentro do balanço

Mercado Livre adere ao bitcoin e coloca R$ 40 milhões da criptomoeda em caixa

O documento foi publicado na página da SEC, a CVM americana, porque a empresa de entregas é listada na Nasdaq

Briga na Casa

Tensão no Congresso: Senado busca reforma tributária ampla, mas Câmara quer fatiar

A divisão da proposta em quatro partes é defendida pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), com aval do ministro da Economia, Paulo Guedes, mas enfrenta resistências

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies