Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-19T10:09:12-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
recuperando

‘Prévia do PIB’ surpreende positivamente, subindo 1,70% em fevereiro, segundo BC

Indicador elaborado pelo BC aponta que economia acelerou em relação a janeiro, mesmo com segunda onda de contaminações

19 de abril de 2021
10:09
Usina Siderúrgica da Gerdau
Operários em construção de usina siderúrgica da Gerdau, em Araçariguama, no interior de São Paulo - Imagem: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo

O desempenho da economia brasileira em fevereiro surpreendeu os economistas de mercado, acelerando na comparação com janeiro, segundo o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br).

O indicador da autoridade monetária, considerado uma espécie de prévia do PIB, registrou um crescimento de 1,70% em fevereiro, na comparação com janeiro, quando teve alta 1,25% (este dado foi revisado para cima).

O desempenho surpreendeu, tendo em vista que a mediana das estimativas coletadas pelo Projeções Broadcast com economistas indicava para uma desaceleração – alta de 0,90%.

Na comparação com fevereiro do ano passado, o IBC-Br registrou um crescimento de 0,98%, enquanto a mediana das projeções apontava para uma contração de 0,10%.

Em 12 meses, o índice continua no campo negativo (-4,02%), mas ele acumula em 2021 uma alta de 0,23%, considerando os resultados do primeiro bimestre.

O IBC-Br considera a trajetória das variáveis da agropecuária, indústria e serviços, além de impostos sobre produtos, e é utilizado para avaliar ao ritmo da economia ao longo dos meses. Apesar das comparações com o PIB, ele tem uma metodologia diferente, acompanhando mensalmente o setor produtivo, enquanto o PIB apresenta uma visão mais abrangente da economia, considerando também o lado da demanda.

Continua a recuperação em ‘V’

Mesmo diante dos receios de muitos economistas de que a economia perdeu força neste começo, por conta da segunda onda de contágios por covid-19, o diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, disse no final de março que o movimento de recuperação da economia nos últimos meses não perdeu força, e continuou se comportando em forma de "V". 

"O PIB nos últimos meses foi mais forte do que o BC e o próprio mercado esperavam. São números que surpreenderam para cima", destacou o diretor.

Ele citou que o setor de serviços perdeu um pouco de força, assim como o comércio varejista, cujos resultados estavam bem acima do nível pré-pandemia.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Tartaruga x lebre

Warren Buffett está prestes a bater o retorno do fundo de empresas de tecnologia que brilhou na crise

As ações da Berkshire Hathaway, holding do bilionário, conseguiram lentamente se aproximar do retorno do ARK Innovation ETF, da badalada gestora Cathie Wood

Concurso 2446

Mega Sena acumula; confira os números sorteados e a previsão de prêmio para o próximo concurso

As dezenas sorteadas do concurso 2446 da Mega Sena foram 1-13-27-41-51-58. Próximo sorteio acontece no dia 25 de janeiro

Em busca de liquidez

WDC Livetech da Bahia (LVTC3) fará oferta para destravar negociações com ações para o pequeno investidor

Os papéis da WDC estrearam na B3 em julho do ano passado em oferta de ações restrita a investidores profissionais

Criptocrash

O que acontece com o bitcoin? 4 razões para o novo crash do mercado de criptomoedas

O bitcoin não é o mesmo desde que atingiu a máxima histórica de quase US$ 70 mil no início de novembro. Saiba as razões para o mau momento do mercado cripto

Sonho mais distante

Carro zero mais barato agora custa pelo menos 40 salários mínimos

Com alta de 27%, salário mínimo não conseguiu acompanhar o salto três vezes maior no período (83%) do preço do carro zero mais barato; confira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies