Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-12T16:07:15-03:00
Estadão Conteúdo
Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

12 de abril de 2021
16:06 - atualizado às 16:07
Campos Neto
(Brasília - DF, 07/04/2020) Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Foto: José Dias/PR -

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse que não vê um ambiente de competição entre bancos e fintechs. "Acho que não é competição, mas integração entre mídia social e sistema financeiro", comentou durante participação em uma reunião virtual nesta segunda-feira, 12.

No evento, que reuniu presidentes de bancos centrais da América Latina e foi promovido pela Secretaria-Geral Ibero-Americana e pelo Banco de España, Campos Neto destacou as inovações do BC com o PIX, plataforma de transações instantâneas, e a liberação recente de pagamentos pelo WhatsApp.

"A convergência entre mídia social e sistema financeiro é a maior inovação no momento", salientou. O presidente do BC esperava esse movimento demoraria cinco anos para acontecer. Contudo, segundo ele, a pandemia tem sido uma "aceleradora de tendências".

Além de repetir que a sociedade demanda que a saída da crise sanitária seja inclusiva e sustentável, o Campos Neto classificou a tecnologia como um instrumento de democratização financeira, ao levar serviços bancários a zonas remotas.

O presidente do BC também pontuou que o futuro da indústria financeira está em produção e interpretação de dados, após a ruptura do modelo tradicional de bancos baseado em capilaridade de agências e plataformas fechadas. "Os bancos centrais precisam ter atenção redobrada com a integração de mídias sociais e bancos", avaliou.

"Após energia e alimentos, a terceira onda de sustentabilidade virá nos fluxos financeiros", acrescentou. Campos Neto aproveitou ainda o evento para reafirmar que o Banco Central está avançando no projeto de moeda digital e prometeu "notícias em breve".

"É importante que os bancos centrais tenham interação maior sobre moeda digital e que moedas digitais de diversos países tenham características comuns", assinalou Campos Neto.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ampliação dos negócios

Cosan (CSAN3) paga R$ 1,5 bilhão por fatia na Radar, gestora de propriedades agrícolas

Companhia já detinha uma participação na Radar; após a conclusão da operação e uma reorganização societária, a Cosan será dona de mais de 50% do capital social

o melhor do seu dinheiro

Caso Lehman Brothers: não vale a pena ver de novo

Se tem um roteiro que o mercado financeiro não quer ver se repetindo, é o de uma crise financeira desencadeada pela quebra de uma grande empresa, como foi o caso da falência do banco Lehman Brothers em 2008, que marcou o início da grave crise dos subprime. Nem mesmo em uma escala menor, como é […]

força do esg

Environmental ESG, da Ambipar, busca IPO de R$ 3 bilhões para dar gás às aquisições

Preço da faixa indicativa está entre R$ 15,50 e R$ 20,50; após IPO, 43,8% do capital social estará em circulação no mercado com as ações

MERCADOS HOJE

Evergrande injeta temor no mercado global e bolsas têm dia de fortes perdas; Ibovespa fecha no menor nível desde novembro

Temor de que os problemas da incorporadora chinesa gerem uma reação em cadeia no mercado global afundou as bolsas nesta segunda-feira (20)

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies