Menu
2021-01-18T09:57:37-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
EXPECTATIVAS

Economistas melhoram projeções para déficit fiscal em 2021

Relatório Focus aponta ainda revisão positiva nas projeções para inflação e crescimento da economia neste ano

18 de janeiro de 2021
9:57
Imagem remete a rendimento de contas de fundos
Imagem: Shutterstock

Principal foco de preocupação para 2021, o resultado das contas públicas pode fechar o ano menos ruim que o esperado, segundo a edição mais recente do Relatório Focus, pesquisa do Banco Central que consolida as projeções do mercado para os principais indicadores econômicos, divulgada nesta segunda-feira (18).

Os economistas melhoraram suas projeções para o resultado primário do País em 2021, esperando agora um déficit equivalente a 2,80% do PIB, enquanto na semana passada as projeções indicavam um saldo negativo de 3,00%.

O resultado nominal também passou por melhora, indo de um déficit de 7% do PIB para um resultado negativo de 6,92%.

O resultado primário reflete o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Já o resultado nominal reflete o saldo já após as despesas com juros.

A expectativa para a dívida líquida em 2021 foi mantida em 64,95% do PIB. Há quatro semanas, a mediana indicava que a relação estaria ao final do ano em 67%.

Inflação e PIB

O Relatório Focus desta semana mostrou ainda que os economistas elevaram suas projeções para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021, após o indicador oficial de inflação do Brasil fechar 2020 com a maior taxa acumulada desde 2016.

Segundo o Relatório Focus, a mediana das estimativas para o IPCA aponta para uma inflação de 3,43% em 2021. Na semana passada, a projeção era de 3,34%. Já para 2022, a mediana permaneceu em 3,50% pela 77ª semana consecutiva.

Em relação ao PIB, o Focus mostra que o mercado estima agora um crescimento de 3,45% do País, acima da alta de 3,41% da semana anterior. A nova projeção está próxima do que era esperado há quatro semanas, um crescimento de 3,46%.

A expectativa de crescimento para 2022 foi mantida em 2,50% pela 143ª semana consecutiva.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

uma bolada

Bradesco paga R$ 5 bilhões em juros sobre capital próprio

Valor representa R$ 0,416 por ação ordinária e R$ 0,458 por ação preferencial, após o desconto do Imposto de Renda

seu dinheiro na sua noite

Dólar abaixo de R$ 5, Selic de volta aos 7% e o investimento da Petz em página de gatinhos

Apesar dos avanços na vacinação e do relaxamento nas medidas de distanciamento social, o fato de ainda estarmos convivendo com o coronavírus e uma elevada mortalidade pela covid-19 faz com que 2021 tenha um sabor de 2020 – parte 2. Assim tem sido, pelo menos para mim. Imagino que também seja assim para todas as […]

atenção, acionista

Weg e Lojas Renner anunciam juros sobre capital próprio; confira valores

Empresa de fabricação e comercialização de motores elétricos paga R$ 86,1 milhões; provento da varejista chega a R$ 88 milhões

Alívio no câmbio

Dólar fica abaixo dos R$ 5,00 pela primeira vez em mais de um ano — e o empurrão veio dos BCs

O dólar à vista terminou o dia em R$ 4,96, ficando abaixo dos R$ 5,00 pela primeira vez desde 10 de junho de 2020. O Ibovespa caiu

Constitucionalidade em xeque

Autonomia do Banco Central: STF retoma julgamento no dia 25, mas recesso pode estender votação até agosto

A lei em análise restringe os poderes do governo federal sobre a autoridade máxima da política monetária do País

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies