Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-15T16:14:53-03:00
Estadão Conteúdo
fique de olho

BC promove alterações na coleta e na divulgação de dados do Focus

Mudanças começam a partir da próxima terça-feira, dia 19, e estarão disponíveis para cerca de 140 instituições que abastecem a pesquisa

15 de janeiro de 2021
16:12 - atualizado às 16:14
análise projeção focus
Imagem: Shutterstock

O Banco Central informou nesta sexta-feira, 15, por meio de nota, que promoverá uma série de alterações na coleta e na divulgação de dados do Relatório de Mercado Focus. As mudanças começam a partir da próxima terça-feira, dia 19, e estarão disponíveis para cerca de 140 instituições que abastecem a pesquisa.

Algumas das mudanças estão ligadas à metodologia da pesquisa. Conforme o BC, a taxa de câmbio passará a ser a média da taxa Ptax de venda do período, com base nos respectivos dias úteis, e não mais a taxa vigente no último dia do período. Além disso, a taxa anual passará a ser a taxa média de dezembro, e não mais a do último dia útil do ano.

O BC informou ainda que o IPCA - o índice oficial de preços - "passará a contar com horizonte de 25 meses (e não mais com 18)". Já a Selic (a taxa básica de juros) e o câmbio serão coletados para os próximos 24 meses. "Para o PIB e seus componentes, o horizonte de projeções passará a contar com 8 trimestres (e não mais 6)".

Outra mudança é que o Focus deixará de coletar projeções para IGP-DI, IPA-DI, IPA-M, INPC, IPCA-15 e IPC-Fipe, assim como para as taxas médias anuais de câmbio e Selic.

No documento de divulgação do Focus, será eliminada a terceira página, que diz respeito aos dados do Top 5. Essas estatísticas permanecerão apenas nas séries históricas do site do BC. "As séries históricas das estatísticas das variáveis fiscais (resultados primário e nominal, DLSP e DBGG) passarão a ser divulgadas com horizontes de dez anos à frente", acrescentou o BC na nota.

Outra mudança diz respeito à atualização e modernização da interface de dados. "Além de modernizar o sistema, alterações vão prover informações gerenciais que não eram disponibilizadas até então e possibilitar mais flexibilidade no preenchimento das informações", disse o BC na nota.

"Entre as mudanças, destacam-se as novas funcionalidades do dashboard - tela que sintetiza a situação de cada participante no Sistema Expectativas de Mercado buscando apresentar de forma clara e sucinta como se encontram suas projeções para cada variável."

Conforme o BC, a nova tela do sistema "mostrará o conjunto de variáveis que podem ser escolhidas para que as projeções sejam informadas". "Para cada variável, alguns indicadores resumem informações de interesse: quando a projeção foi atualizada, até quando permanece válida e o número de projeções mensais e anuais válidas no momento da consulta, entre outras possibilidades."

Outra funcionalidade é que o dashboard mostrará "se as projeções serão ou não incluídas na próxima edição do Boletim Focus e irá alertar sobre alguma projeção anual de IPCA, IGP-M, Câmbio, Selic ou PIB Total que não tenha sofrido qualquer atualização nos últimos 45 dias".

Como as mudanças começam a valer em 19 de janeiro, o novo formato do relatório será divulgado no dia 25 de janeiro, uma segunda-feira.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies