IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2021-08-27T19:16:23-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Mudanças na ferramenta

Banco Central divulga novas medidas de segurança para o Pix após relatos de casos de sequestro-relâmpago

A agilidade das transferências feitas com a ferramenta facilitou a vida de muita gente, mas também pode estar ajudando sequestradores e golpistas

27 de agosto de 2021
16:48 - atualizado às 19:16
Pix
Imagem: Shutterstock

A chegada do Pix, ferramenta de pagamentos instantâneos do Banco Central, em novembro do ano passado, facilitou a vida de muita gente. Com mais agilidade e menos burocracia é possível transferir valores e realizar pagamentos.

Porém, a velocidade com que o dinheiro passa de uma conta para outra também pode estar ajudando sequestradores e golpistas a cometerem crimes. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o número de sequestros-relâmpago cresceu 39,1% no Estado entre janeiro e julho.

Não há detalhamentos de quais casos envolveram o uso da ferramenta, mas o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, admitiu nesta sexta-feira (27): “olhamos com cuidado a associação do Pix com a criminalidade”.

Mais cedo, durante a participação em um evento da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e da Esfera, o dirigente prometeu o anúncio de mudanças para tornar o Pix mais seguro. Agora, no início da tarde, a instituição divulgou as novas medidas.

“O Pix continuará evoluindo para agregar novas funcionalidades e assim continuar entregando segurança e valor para a sociedade”, reforçou o Banco Central em comunicado.

O que muda no Pix

As principais mudanças em curso visam diminuir a velocidade com os quais bandidos podem fazer uma verdadeira limpeza nas contas das vítimas e estão relacionadas ao valor máximo e horário das transações.

Entre elas, o Banco Central destaca o estabelecimento de um limite de R$ 1.000 para operações entre pessoas físicas — incluindo microempreendedores individuais (MEIs) — entre às 20 horas e às 6 horas. 

Outra alteração significativa se dará nos aumento de limites de transações. As novas diretrizes preveem um prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 horas para efetivar pedidos feitos pelos usuários em canais digitais.

Além do Pix, as transferências intrabancárias, cartões de débito e liquidação de TEDs também estarão sujeitas às novas regras. Confira outras medidas:

  • Estabelecer limites transacionais diferentes no Pix para os períodos diurno e noturno, permitindo limites menores durante a noite;
  • Permitir aos usuários o cadastro prévio de contas que poderão receber Pix acima dos limites estabelecidos;
  • Estabelecer prazo mínimo de 24h para que o cadastramento prévio de contas por canal digital produza efeitos, impedindo o cadastramento imediato em situação de risco;
  • Permitir que os participantes do Pix retenham uma transação por 30 minutos durante o dia ou por 60 minutos durante a noite para a análise de risco da operação, informando ao usuário quanto à retenção.

*Conteúdo em atualização

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

É RECORDE!

Black Friday e Copa do Mundo garantem bom desempenho para o Magazine Luiza (MGLU3) em novembro

29 de novembro de 2022 - 21:10

Novembro se tornou o melhor mês deste ano para a empresa e o mês com mais vendas na história da companhia

Estreante

CTG Brasil deve puxar a fila dos IPOs em 2023. Veja detalhes da oferta

29 de novembro de 2022 - 20:20

Caso se concretize, o IPO da CTG será o primeiro depois de um hiato de sete meses sem ofertas públicas – a última foi a privatização da Eletrobras, em junho

SINAL VERDE DA CÂMARA

Histórico! Brasil aprova lei sobre criptomoedas; confira o que muda para você a partir de agora

29 de novembro de 2022 - 19:58

O estabelecimento de regras mais principiológicas é animador para o esse novo setor da economia brasileira, segundo especialistas

BOA NOTÍCIA PARA OS ACIONISTAS?

Nubank encerra acordo polêmico de remuneração ao fundador, David Vélez, e gera economia bilionária aos cofres da fintech

29 de novembro de 2022 - 19:20

Além da economia, o encerramento do programa também evitará uma potencial diluição de até 2% dos outros acionistas da companhia

FECHAMENTO DO DIA

Commodities metálicas disparam e Ibovespa sobe quase 2%; dólar cai a R$ 5,28

29 de novembro de 2022 - 19:07

O Ibovespa pegou impulso com a valorização das commodities no mercado internacional e subiu quase 2%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies