Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-15T13:33:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Câmbio em foco

Após novo leilão de swap para conter o dólar, diretor reforça capacidade robusta de intervenção do Banco Central

Bruno Serra lembrou que a instituição segue intervindo no mercado e destacou que já foram vendidos R$ 3,5 bilhões desde o fim de setembro

15 de outubro de 2021
13:27 - atualizado às 13:33
Dólar real câmbio
Sobre o movimento de alta nos últimos dias, o diretor ressalta que o período foi de grande saída concentradaImagem: Shutterstock

Com o anúncio de esforços extra para conter a subida dólar à vista nos últimos dois dias, a forma de atuação do Banco Central sobre o câmbio voltou ao destaque no noticiário brasileiro nesta sexta-feira (15).

O diretor de Política Monetária da instituição, Bruno Serra, admitiu que pode haver uma "dinâmica perversa" no câmbio, mas reforçou o BC tem uma "capacidade robusta" de intervenção no mercado com o uso das reservas internacionais.

"Estivemos bastante presentes no ano passado inteiro e até março deste ano, mantendo o câmbio sempre funcional, sem entrar em uma dinâmica dessa", afirmou, em videoconferência organizada pela Upon Global hoje.

Serra lembrou que o Banco Central segue intervindo no mercado e destacou que já foram vendidos R$ 3,5 bilhões desde o fim de setembro: "é função do BC prezar pelo bom funcionamento do mercado de câmbio, e assim estamos fazendo".

Baixe o GUIA GRATUITO com os investimentos que podem fazer você enriquecer nos próximos três anos

De olho no mercado

Sobre o movimento dos últimos dias, o diretor ressalta que o período foi de grande saída concentrada. "O mercado claramente teve dificuldades em digerir esse risco cambial e o BC voltou a estar presente. É sempre melhor quando o mercado funciona sozinho, mas os volumes vendidos nos últimos dias mostram que estamos atentos", completou.

Mais cedo, a diretora de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos do Banco Central, Fernanda Guardado, também veio a público para assegurar que a autoridade monetária não alterou sua forma de atuação no câmbio.

"Não há nenhuma mudança em como o BC atua. O BC nunca almeja mexer no nível que o mercado determina. Mas vamos agir quando vermos fluxos grandes ou o mercado muito irracional, ou pressões que acreditamos que requerem ação".

Nível equilibrado

O diretor de Política Monetária do Banco Central avaliou também que o nível das reservas internacionais brasileiras é equilibrado, citando métricas sugeridas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). No dia 13 de outubro, as reservas estavam em US$ 368,991 bilhões.

"Não acho que essa discussão sobre nível de reservas agrega muito, mas sob qualquer comparação internacional em termos de PIB, as reservas brasileiras estão em níveis semelhantes aos nossos pares. Não há nada gritante muito maior ou muito menor", afirmou.

Serra admitiu, porém, que no longo prazo possivelmente algumas dessas métricas devem mudar na medida em que o passivo externo se altere. "Algumas dessas métricas poderão indicar uma menor necessidade de reservas, mas isso vai demorar. Vai demorar a fazer diferença", completou.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9 por ação; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima quinta-feira (09), saem valendo R$ 8,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies