Alemanha tenta evitar a maldição do 7 x 1; veja os jogos de hoje na Copa do Mundo

Cotações por TradingView
2021-03-30T17:21:37-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
DESTAQUES DA BOLSA

Por que as ações do setor aéreo e imobiliário sobem mesmo no pior momento da pandemia?

Otimismo com vacinação no Brasil e no exterior, além de dados melhores do que o esperado do mercado de trabalho brasileiro, ajudam as companhias a reverterem as perdas recentes

30 de março de 2021
16:26 - atualizado às 17:21
alta da bolsa
Imagem: shutterstock

Pode parecer contraintuitivo, mas a reforma ministerial surpresa promovida pelo presidente Bolsonaro na tarde de ontem tem sido bem recebida pelo mercado. A leitura é que o maior apoio do Centrão (que ganhou um ministério para chamar de seu) desencalhe as reformas e outras pautas prioritárias. É por isso que na tarde de hoje o Ibovespa conseguiu se descolar da cautela observada em Nova York. 

Mesmo com a pandemia ainda em estados alarmantes e boa parte do país sob medidas restritivas, o dia de otimismo generalizado tem sido especialmente positivo para empresas de setores que foram muito penalizados durante toda a crise - principalmente as companhias aéreas e as construtoras. 

Por volta das 16h, empresas desses setores dominavam a lista de melhores desempenhos da bolsa brasileira. O Top 10 da sessão desta terça-feira conta também com a presença de empresas do setor de shopping centers. 

Mas porque essas empresas avançam em meio ao pior momento da pandemia?

Além da influência de Brasília nos negócios domésticos, existe também uma percepção de que uma reabertura da economia brasileira está mais próxima do que se imaginava. Parte desse otimismo vem do ritmo de vacinação - ainda lento, mas que vem progredindo, batendo quase um milhão de doses aplicadas diariamente. 

Até o momento, foram mais de 21,6 milhões de doses aplicadas - quase 8% da população recebeu a primeira dose e 2,32% completou as duas aplicações necessárias. O número ainda é baixo, mas já traz algum alento. 

Alexandre Espírito Santo, economista-chefe da Órama Investimentos e professor de economia da IBMEC-RJ, também destaca a importância dos números do Caged divulgados hoje para essa percepção mais animadora da economia brasileira. O país criou 401.639 vagas de trabalho em março, superando o teto das estimativas dos analistas ouvidos pela Broadcast, que era de 283.936 vagas.

“O mercado se animou, avaliando que a medida em que a vacinação prospere a pandemia poderá ficar controlada no médio prazo. Dessa forma, como os ativos brasileiros estão relativamente baratos em dólares, pode ser uma boa oportunidade de compra”. - Alexandre Espírito Santo

Todo esse alívio acaba levando a uma queda dos juros futuros, que vinham de forte alta nas últimas semanas, principalmente após a retomada do ciclo de alta da Selic. Pressionadas pela elevação dos juros, as empresas do setor imobiliário aproveitam o momento para buscar uma recuperação mais expressiva. 

No caso das empresas aéreas, o momento é dúbio, já que estamos vivendo um momento bem diferente do que ocorre no exterior. Ilan Arbetman, analista de Research da Ativa Investimentos, pontua que as companhias do setor estão repercutindo os dados da alta temporada - quando havia menos restrições em curso - e também um otimismo que chega do exterior. 

A forte vacinação nos Estados Unidos e a chegada da temporada da alta temporada no exterior puxa as empresas estrangeiras - hoje a American Airlines também tem uma alta na casa dos 5%. “O cenário mais favorável da pandemia nos EUA e essa questão sazonal, fazem termos boas perspectivas nas aéreas americanas, o que acaba refletindo nas aéreas nacionais também."

Confira o TOP 10 melhores desempenhos desta segunda-feira (30):

CÓDIGONOME VALOR (R$)VAR
EMBR3Embraer ON14,248,54%
GOLL4Gol PN22,147,63%
EZTC3EZTEC ON32,266,64%
MRVE3MRV ON18,466,58%
CYRE3Cyrela ON24,496,16%
AZUL4Azul PN38,575,73%
JHSF3JHSF ON7,095,35%
CVCB3CVC ON 20,025,26%
SULA11SulAmérica units35,025,12%
MULT3Multiplan ON24,684,93%

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

PROVENTOS FARTOS

Quem investiu neste fundo imobiliário garantiu mais de 1% ao mês com dividendos isentos de IR pela nona vez consecutiva neste ano; descubra qual é o FII

1 de dezembro de 2022 - 12:30

O provento de dezembro, que cairá na conta dos investidores na próxima semana, equivale a um dividend yield de 1,23% ao mês

AÇÕES E DAY TRADE

Empiricus Investimentos indica cinco ações em carteira quantitativa para dezembro e lança novo relatório para day trade

1 de dezembro de 2022 - 12:29

A seleção das ações foi feita pelo analista técnico de ações da corretora Empiricus Investimentos, Nilson Marcelo, com pesos distribuídos igualmente entre os papéis, de 20% para cada

DE OLHO NO FUTURO

Itaúsa (ITSA4) quer voltar a pagar dividendos históricos no médio prazo e usar dinheiro de venda da XP para quitar dívidas e investimentos

1 de dezembro de 2022 - 12:20

Em evento para analistas e investidores nesta quinta-feira (01), o presidente e diretor de Relações com Investidores da Itaúsa, Alfredo Setubal, afirmou que a prática de pagamento de dividendos, no momento, está atrelada aos valores repassados pelo Itaú Unibanco, mas deve voltar a pagar proventos em patamares recordes nos próximos anos

NÃO COLA MAIS

SBF se desculpa (de novo) por falência da FTX, mas Congresso americano não quer saber: lei de criptomoedas deve ser debatida logo

1 de dezembro de 2022 - 11:41

Ainda que a lei não deva ser aprovada este ano, há uma grande expectativa de que os debates em torno do projeto avancem bastante

CALVÁRIO

No fundo do poço tem um alçapão? IRB (IRBR3) apresenta plano de grupamento e ação cai ainda mais

1 de dezembro de 2022 - 10:57

Direção do IRB propõe grupamento de ações na proporção de 30 por 1, sem alteração de capital social; votação é chamada para 22 de dezembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies