Menu
2021-03-30T17:16:30-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Voando?

Brasil cria 401 mil vagas de emprego formal em fevereiro; Guedes fala em ‘resiliência’ da economia

O resultado decorreu de 1,694 milhão de admissões e 1,292 milhão de demissões. Houve a abertura de 225.648 postos com carteira assinada

30 de março de 2021
14:18 - atualizado às 17:16
O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, concede entrevista coletiva.
Imagem: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Após a criação recorde de 258.141 vagas em janeiro (dado revisado nesta data), o mercado de trabalho formal brasileiro voltou a surpreender em fevereiro, com um saldo positivo de 401.639 carteiras assinadas, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta terça-feira (30) pelo Ministério da Economia.

Leia também:

O resultado do mês passado decorreu de 1,694 milhão de admissões e 1,292 milhão de demissões. Esse foi o melhor resultado para o mês na série histórica, iniciada em 1992. Até então o melhor resultado para fevereiro havia sido em 2011, quando foram criadas 280.799 vagas no segundo mês do ano.

Em fevereiro de 2020, houve a abertura de 225.648 postos com carteira assinada.

Desde janeiro do ano passado, o uso do Sistema do Caged foi substituído pelo Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) para parte das empresas, o que traz algumas diferenças na comparação com resultados dos anos anteriores.

A maior parte do mercado financeiro já esperava um avanço no emprego no mês, mas o resultado veio bem acima do teto das estimativas de analistas consultados pelo Projeções Broadcast. As projeções eram de abertura líquida de 150.000 a 283.936 vagas em fevereiro, com mediana positiva de 260.000 postos de trabalho.

No acumulado dos dois primeiros meses de 2021, o saldo do Caged é positivo em 659.780 vagas. No mesmo período do ano passado, a criação líquida de vagas foi de 277.517 postos formais.

Vigor e resiliência

Ao comentar os dados do Caged, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que "mais uma vez o vigor e a resiliência da economia superam as expectativas".

"Temos que admitir que a economia, do ponto de vista do mercado de trabalho, está se recuperando de forma muito forte", disse Guedes, que participou da entrevista coletiva do Caged.

Equipe econômica aguarda trâmites finais do Orçamento para retomar programas

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, afirmou que a equipe econômica espera a conclusão do processo orçamentário para reeditar medidas como o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm).

"Temos que continuar nas medidas emergenciais nesse período. Temos que superar alguns percalços do orçamento para reeditar programas que exigem recursos. Por isso aguardamos os trâmites finais do orçamento para retomar programas", explicou.

Bianco avaliou que a abertura líquida das 401.639 vagas de trabalho com carteira assinada em fevereiro no Caged é um número bastante positivo e ratifica o acerto das políticas públicas para o emprego durante a pandemia de covid-19.

"A solidez das políticas e os resultados que estamos colhendo são fruto do que fizemos com mais segurança jurídica, mais facilidade de contratação, geração de oportunidades e desburocratização. Esses são os pilares das nossas políticas", acrescentou o secretário.

Bianco destacou que todos os setores da economia apresentaram resultado positivo no Caged de fevereiro. O comércio abriu 68.051 vagas, enquanto houve um saldo de 43.469 contratações na construção civil. Na agropecuária, foram criadas 23.055 vagas no mês. "Os empresários e empregados são guerreiros que estão lutando junto conosco para termos um resultado com esse", concluiu. 

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado trazendo uma maior cautela ao cenário, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

produção em baixa

Netflix decepciona em novos assinantes, mas nega impacto da concorrência

Papéis da empresa negociados na Nasdaq caíam mais de 10% no after market; pandemia impactou em novas produções, com reflexo no balanço da companhia

Desencontro acadêmico perdoado

Eike Batista é absolvido pela CVM em processo sobre ‘inconsistências’ no currículo

A farsa do fundador do Grupo X, que se apresentava com diferentes credenciais para cada uma das empresas, foi descoberta após sua prisão

A maior desde 1994

Com recorde na arrecadação em março, Paulo Guedes fala em recuperação econômica

Os R$ 137,9 bilhões arrecadados no mês animaram o ministro e o levaram a afirmar que o país “se levantou”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies