Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-28T16:51:15-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Fed indica data para redução de estímulos e tira bolsas das máximas, mas alívio com Evergrande faz Ibovespa subir quase 2%

A fala de Powell tirou parte da animação dos investidores, mas o dia ainda foi de ganhos após a Evergrande indicar que o problema pode ser menor do que o esperado inicialmente

22 de setembro de 2021
18:48 - atualizado às 16:51
Federal Reserve
Imagem: Montagem Andrei Morais/ Shutterstock

Nos últimos meses, o mercado financeiro global trabalhou incessantemente com a leitura de sinais em busca de uma única resposta — o momento exato em que o Federal Reserve iria pisar no freio e começar a retirar os estímulos trazidos pela pandemia. 

Cada novo dado econômico e discurso de dirigente, com direito a voto ou não nas reuniões, foi analisado com lupa, trazendo muita volatilidade ao mercado global. Mas ler nas entrelinhas pode deixar de ser tão necessário daqui para frente. 

Em seu discurso após a decisão do Federal Reserve de manter a taxa básica de juros inalterada, Jerome Powell indicou que a redução do ritmo de compra de ativos, medida que traz liquidez ao mercado, pode se iniciar já na próxima reunião, em novembro. Pela reação vista de imediato, a data não agradou. 

Enquanto o comunicado da decisão levou as bolsas globais às máximas ao indicar que o movimento de aperto monetário aconteceria “em breve”, ampliando o otimismo visto no começo do dia com a melhora de perspectivas para a chinesa Evergrande, o pronunciamento de Powell arrefeceu o ânimo dos investidores. 

O chefe do BC americano voltou a falar sobre o impacto da variante delta na economia e a importância da vacinação para que as metas de inflação e mercado de trabalho sejam alcançadas. Também indicou que o martelo não foi batido em torno do assunto, mas deixou claro que a retirada será feita de forma gradual. 

Depois de  ultrapassar os 113 mil pontos, o Ibovespa desacelerou, assim como as bolsas em Nova York, e fechou o dia em alta de 1,84%, aos 112.282 pontos, ajudado também pela alta de mais de 16% do minério de ferro. O dólar à vista, que operou com grande instabilidade ao longo de todo o dia, refletindo a cautela com a decisão do Fed, passou a subir e encerrou a sessão com avanço de 0,34%, a R$ 5,3041. 

Confira também alguns destaques do noticiário corporativo:

Tecla SAP

Por aqui, o mercado acompanhou a formação da comissão que deve encaminhar a pauta dos precatórios no Congresso. Com a expectativa de que o Comitê de Política Monetária (Copom) siga o plano já desenhado desde a última reunião, uma elevação de um ponto percentual, os próximos passos do BC brasileiro acabaram ficando em segundo plano. 

Recentemente, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, afirmou que o Comitê tem os olhos voltados para o longo prazo e não deve reagir a cada novo dado divulgado, se referindo aos números salgados da inflação dos últimos meses. Para Camila Abdelmalack, economista-chefe da Veedha Investimentos, o mercado olha agora para o tom do comunicado, principalmente após os sinais mais bem delimitados do Fomc, já que uma elevação de juros lá fora tem impacto direto na atratividade dos países emergentes.

Aproveitando o alívio visto no exterior, os contratos de DI de médio e longo prazo fecharam o dia em queda. Confira os principais vencimentos:

  • Janeiro de 2022: de 7,09% para 7,13%.
  • Janeiro de 2023: de 8,90% para 8,82%
  • Janeiro de 2025: de 9,96% para 9,78%
  • Janeiro de 2027: de 10,37% para 10,16%

Na mesa de negociações

Por ora, a gigante incorporadora chinesa Evergrande conseguiu afastar o temor de consequências mais graves para a crise de liquidez que atinge a companhia. Uma unidade da imobiliária afirmou que pagará os juros da dívida que vence nesta quinta-feira (23), dando espaço e tempo para que a empresa encontre soluções mais duradouras para administrar a dívida de mais de US$ 300 bilhões. 

Além disso, o governo da China voltou a fazer uma injeção de capital no sistema financeiro de cerca de US$ 18,5 bilhões, como forma de tentar manter o pânico longe das mesas de negociação. A expectativa do mercado agora é de que a companhia seja transformada em uma estatal e passe por uma reorganização.

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, endereçou o tema em sua tradicional coletiva após a decisão. Para Powell, o risco de um impacto maior na economia americana é limitado já que a exposição à economia chinesa é predominante. 

Respiro de alívio

Depois de diversos pregões exercendo pressão negativa, as commodities voltaram a ter um papel positivo importante para o Ibovespa. 

Com alívio de parte do temor em torno da Evergrande, o minério de ferro teve um dia de forte recuperação no porto de Qingdao, retomando o patamar dos US$ 100 por tonelada ao subir 16,84%, a US$ 108,70. 

Mas isso não significa que os dias de queda chegaram ao fim. É bom lembrar que o governo chinês ainda pressiona e intervém na produção de aço, levando a uma queda da demanda da commodity. 

Não foi somente o minério de ferro que teve espaço para brilhar. O barril de petróleo também fechou o dia em alta de 2%, impulsionando companhias como Petrobras e PetroRio. 

Sobe e desce do Ibovespa

Puxadas pela recuperação do minério, as siderúrgicas apresentaram alta expressiva nesta quarta-feira e comandaram os principais desempenhos do dia. Confira as principais altas:

CÓDIGONOMEVALORVAR
USIM5Usiminas PNAR$ 15,248,70%
AZUL4Azul PNR$ 36,658,34%
CIEL3Cielo ONR$ 2,497,79%
PRIO3PetroRio ONR$ 20,747,68%
GOAU4Metalúrgica Gerdau PNR$ 11,845,90%

As ações das operadoras de saúde NotreDame Intermédica e Hapvida lideraram as quedas do dia em meio às investigações da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) acerca da distribuição de remédios ineficazes contra a covid-19 durante a pandemia. A principal investigada é a Prevent Senior, mas o presidente da operadora, Pedro Benedito, citou Anderson Nascimento, diretor da Hapvida, durante seu depoimento. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVAR
GNDI3NotreDame Intermédica ONR$ 79,66-3,77%
HAPV3Hapvida ONR$ 14,61-3,75%
VIIA3Via ONR$ 8,62-1,82%
BRKM5Braskem PNAR$ 57,65-1,39%
QUAL3Qualicorp ONR$ 21,22-1,35%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Arrumando a mala

Locaweb (LWSA3) vai deixar a B3? Empresa estuda listagem nos Estados Unidos, afirma portal

Avaliada em R$ 13,5 bilhões, a empresa estreou na B3 em fevereiro do ano passado, mas pode estar prestes a abrir capital em outro país

FECHAMENTO DO DIA

Getnet (GETT11) e Lojas Americanas (LAME4) sobem forte, mas Ibovespa derrapa e dólar avança 1%

Nos Estados Unidos, a indústria também decepcionou com uma queda de 1,3%. Sinais de desaceleração nas principais economias do mundo é ruim para países como o Brasil, que dependem da exportação de commodities.

Três vezes sem juros

CPFL Energia (CPFE3) parcela pagamento de R$ 1,7 bilhão em dividendos; primeira fatia cai na conta dos acionista ainda neste mês

O pagamento das primeiras duas prestações está marcado para os dias 22 de outubro e 16 de novembro, enquanto a terceira e última fatia cairá na conta dos acionistas até 31 de dezembro

MagaLu fora das urnas

Luiza Trajano confirma que não disputará as eleições, mas reforça que é uma ‘pessoa política’; entenda o posicionamento da empresária

A presidente do conselho de administração do MagaLu pretende assumir uma posição política apartidária ‘para defender causas que sejam boas para o Brasil’

Novidades da maçã

Apple apresenta novos modelos de MacBook Pro e AirPods; computador vai custar até R$ 45 mil no Brasil

Disponíveis agora em modelos de 14 e 16 polegadas, os dispositivos prometem um processamento ainda mais potente do que os antecessores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies