Menu
2021-01-28T19:03:21-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Última fase?

Fim de jogo? Ações da GameStop chegam a cair mais de 60% na Nyse e corretoras restringem negociação

Depois da escalada frenética com as ações da GameStop, algumas corretoras como a Robinhood informaram que os investidores poderão apenas vender suas posições e não abrir novas

28 de janeiro de 2021
15:08 - atualizado às 19:03
Loja de videogame Gamestop no bairro comercial Herald Square, em Nova York
Loja de videogame Gamestop no bairro comercial Herald Square, em Nova York - Imagem: Shutterstock

Será “game over” para os pequenos investidores que embarcaram numa corrida contra grandes fundos de Wall Street? Depois de uma escalada frenética nos últimos dias, as ações da GameStop (GME) chegaram a perder mais da metade do valor de mercado no pregão desta quinta-feira na Nyse.

Isso mesmo. Os papéis da combalida varejista de jogos eletrônicos que virou a queridinha dos usuários de fóruns de internet caíram mais de 60% nas mínimas do dia — quando tiveram a negociação paralisada momentaneamente.

As ações recuperaram parte do tombo, mas fecharam em baixa de 44,29%, cotadas a US$ 193,60. Na máxima do dia, chegaram a ter uma valorização de quase 40%, chegando à faixa dos US$ 480.

Diante da movimentação totalmente sem precedentes dos papéis nos últimos dias, várias corretoras, incluindo a Robinhood, restringiram as negociações com a GameStop e outras empresas que foram alvo de especulação recente.

Em alguns casos, os investidores poderão apenas vender suas posições e não abrir novas. A Robinhood — preferida dos investidores pessoas físicas por não cobrar corretagem — também decidiu aumentar as exigências de margem para certos ativos.

Frenesi

O movimento com a GameStop começou quando um grupo de admiradores da rede reunidos em um fórum no site Reddit estimulou a compra das ações.

O modelo da GameStop é baseado principalmente em lojas físicas e sofreu um baque enorme com a crise do coronavírus. Mas a entrada dos novos investidores fez os papéis subirem, o que atraiu a atenção de grandes fundos de Wall Street.

Esses "tubarões" do mercado passaram a operar vendidos nos papéis da rede, o que na prática representa uma aposta na queda das cotações na bolsa.

A reação fez os integrantes do fórum se mobilizarem, o que levou a uma onda de compras que fez as ações da GameStop dispararem e obrigou os fundos a reverterem as posições vendidas.

Essa operação, conhecida como "short squeeze", acelerou ainda mais a alta das ações, que saíram de US$ 65 na sexta-feira para US$ 347 ontem — uma alta de mais de 430% em apenas três pregões.

Ainda não é possível dizer se a especulação com a GameStop está perto do fim ou ainda teremos novas fases. Mas é fato que a rede não vale o preço pelo qual as ações são negociadas — o Bank of America estabeleceu um preço-alvo de apenas US$ 10.

A única certeza é que, como costuma acontecer em movimentos desse tipo, os últimos a entrar no jogo acabam pagando o preço.

Leia também:

Versão brasileira - IRB

Animados com a iniciativa dos norte-americanos, um grupo de brasileiros resolveu se unir em uma tentativa de repetir o sucesso da GameStop com as ações da empresa de resseguros IRB Brasil (IRBR3).

O IRB perdeu quase 80% do valor de mercado no ano passado em meio à descoberta de uma fraude contábil que aumentou artificialmente os resultados da empresa. A irregularidade foi detectada após a divulgação de um relatório da gestora Squadra, que mantinha uma posição vendida nas ações.

A queda das ações atraiu uma massa de pequenos investidores, que agora tentam se mobilizar para tentar reverter as posições vendidas nos papéis. Um grupo no Telegram chamado "Short Squeeze IRB" já conta com mais de 20 mil integrantes.

A pressão até agora vem sendo bem sucedida: as ações do IRB dispararam quase 18% na tarde de hoje e lideraram as altas do Ibovespa nesta quinta-feira. Ainda assim, acumulam uma perda de quase 81% nos últimos 12 meses.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

polêmica

Governo barra novo cadastro para auxílio

A estratégia do governo já desperta críticas de organizações da sociedade civil, que consideram urgente a abertura de um novo prazo para pedidos de auxílio

Tombo grande

Elon Musk perde US$ 27 bilhões em uma semana após tombo da Tesla

Mesmo com o tompo gigantesco, Musk segue como segundo homem mais rico do mundo, atrás apenas de Jeff Bezos, o fundador da Amazon

Expansão

3R Petroleum fecha parceria com DBO para aquisições de campos offshore

Com a parceria, a DBO se tornará acionista minoritária da OP, que seguirá sob controle da 3R

Boletim médico

Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste sábado (6)

ESTRADA DO FUTURO

A mentira envolvendo o Clubhouse e o Tinder que rendeu 400% de valorização

Os mercados estão longe de serem perfeitos, e hoje vou te contar uma história real que envolve duas das empresas mais quentes no setor de mídias sociais: o “Clubhouse” e o “Tinder”.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies