Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-23T12:12:21-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
SÓ ELOGIOS

O bom, o ótimo e a Weg: BofA eleva preço-alvo das ações a R$ 90

Para analistas, empresa tem tudo para manter os resultados em patamares altos, justificando valor de mercado

22 de outubro de 2020
13:01 - atualizado às 12:12
Weg
Imagem: Divulgação

Existem atualmente no mercado empresas boas e ótimas. E existe a Weg.

É com esta frase que o Bank of America (BofA) inicia a análise dos resultados da fabricante de equipamentos industriais no terceiro trimestre. Não é para menos, afinal, ela superou (e muito) as expectativas do mercado para o período.

Após ter um aumento de 54% do lucro líquido em relação ao mesmo período de 2019, em meio à pandemia de covid-19, os analistas Murilo Freiberger e Gustavo Tasso decidiram elevar o preço-alvo das ações de R$ 75,00 para R$ 90,00, reiterando a recomendação de compra, ao avaliar que a companhia ainda tem gás para apresentar resultados como os vistos no trimestre passado.

Por volta das 12h50, as ações da Weg subiam 2,95%, a R$ 80,71. Acompanhe a cobertura de mercados do Seu Dinheiro.

Para eles, a Weg está aproveitando a combinação de exposição ao mercado de energia solar, que registra forte avanço, a retomada do mercado de bens de capital no País e uma execução espetacular da estratégia operacional, capturando a demanda reprimida.

Os analistas destacaram que a receita apresentou uma taxa de crescimento composta anual (CAGR, em inglês) de quase 15% nesta década, mesmo com a economia contraindo 4% por dois anos consecutivos.

“Para nós, esta impressionante conquista destaca a execução sem paralelo [da estratégia] da Weg e a força de seus produtos premium”, diz trecho do relatório.

O fato de as ações estarem em patamares elevados – 71 vezes a relação entre o preço das ações e o lucro para 2021, acima da média de 28 vezes vista nos últimos cinco anos – não é um motivo para se adotar uma postura negativa em relação aos papéis da Weg, na opinião dos analistas do BofA.

“Nós acreditamos que esta avaliação é justificável pela exposição às tendências disruptivas [do mercado de bens de capital], a primorosa execução [da estratégia], escassez de valor e o bom momento dos resultados”, diz trecho do relatório.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

efeito pandemia

Sem peças importadas, indústria busca produção local, mas esbarra em custo

Escassez de produtos como máscaras e respiradores, que marcou o início da pandemia, depois se estendeu a semicondutores, insumos e autopeças e se agravou com o aumento dos preços

é possível, sim

O segredo para ser feliz no trabalho, segundo esta especialista

Beverly Jones, autora do “Find Your Happy at Work”, arriscou algumas respostas em entrevista recente e falou sobre desconforto, networking e tédio; veja abaixo

em família

Sobrinho-neto do bilionário Warren Buffett supera Berkshire Hathaway no ano

Ações da Boston Omaha, holding de capital aberto co-liderada pelo sobrinho-neto do bilionário, Alex Buffett Rozek, estão batendo os papéis da Berkshire Hathaway

novo serviço

Grupo pão de Açúcar vai fazer entrega para lojistas de seu marketplace

No próximo ano, a companhia passará a oferecer a possibilidade de que os lojistas virtuais armazenem produtos nos centros de distribuição do GPA

inovação

Varejo online agora quer conquistar a fronteira da venda de produto fresco

A partir do mês que vem, começa a funcionar no País uma startup mexicana de tecnologia do setor de supermercados que vai explorar exatamente esse filão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies