Menu
2020-10-21T08:21:02-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
QUE CRISE?

Weg surpreende mais uma vez o mercado, com alta de 54% do lucro no 3º trimestre

Resultado vem muito acima das expectativas, diante da retomada da demanda por equipamentos

21 de outubro de 2020
8:20 - atualizado às 8:21
Fábrica da Weg em Santa Catarina
Fábrica da Weg em Santa Catarina. - Imagem: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

A Weg (WEGE3) surpreendeu novamente o mercado nesta quarta-feira (21), com os resultados do terceiro trimestre vindo acima do consenso dos analistas, demonstrando porque é a queridinha dos investidores, com as ações acumulando alta de 142,1% no ano.

A fabricante de equipamentos para indústria fechou o terceiro trimestre com um lucro líquido de R$ 644,2 milhões, um aumento de 54% em relação ao desempenho no mesmo período de 2019.

O resultado veio muito acima da média das estimativas dos analistas de mercado, de lucro de R$ 386 milhões, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Se a covid-19 não a atingiu no segundo trimestre, no período de julho a agosto ela praticamente deixou a pandemia para trás, se beneficiando da retomada da demanda de equipamentos de ciclo curto no Brasil e no exterior, além do bom desempenho dos negócios de ciclo longo.

A receita operacional líquida alcançou R$ 4,8 bilhões no terceiro trimestre, alta de 43,3% em base anual. O resultado veio acima da média das estimativas, de R$ 3,5 bilhões. Ajustada para levar em conta os efeitos de empresas recém adquiridas, a receita subiu 42,3%.

A Weg não contou apenas com o aumento de vendas para ter um bom terceiro trimestre. Iniciativas para racionalizar custos e despesas ajudaram a empresa a registrar um aumento da margem do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), de 2,2 pontos percentuais (p.p.) na comparação anual e 1,5 p.p. em relação ao segundo trimestre, para 19,5%. A margem Ebitda demonstra é um indicativo da rentabilidade de uma companhia.

O Ebitda somou R$ 935,3 milhões, alta de 61,5% em relação ao terceiro trimestre de 2019, e acima da média das projeções coletadas pela Bloomberg, de R$ 569 milhões.

“Esta recuperação [da demanda por equipamentos], aliada a manutenção do bom desempenho dos negócios de ciclo longo e aos nossos esforços para controles de custos e eficiência operacional, foram fatores determinantes para o bom resultado apresentado neste trimestre”, diz trecho do relatório.

Caixa e dívida

O bom desempenho no terceiro trimestre, combinado com a menor necessidade de capital de giro no período, fez com que a geração de caixa das atividades somasse R$ 2,5 bilhões nos primeiros nove meses do ano, crescimento de 137,5% em base anual.

O endividamento totalizou R$ 2 bilhões ao final de setembro, menos que os R$ 2,3 bilhões no período até dezembro de 2019 e os R$ 3 bilhões até setembro de 2019.

A maior parte da dívida da Weg é de longo prazo, com uma duração média total de 18,9 meses. Em dezembro de 2019, ela era de 19,5 meses. O custo ponderado da dívida em reais é de 5,22% ao ano, menos que os 5,41% ao ano visto em dezembro de 2019.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

fim do dia

Tudo para cima: Ibovespa fecha em alta com vacina de Oxford eficaz, enquanto risco fiscal pressiona dólar e juros

Principal índice da B3 fecha no maior patamar desde 21 de fevereiro e acumula ganhos de 14% em novembro. Paralisia com reformas e crescente dívida pública instiga alta de dólar e juros

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

privatizações na agenda

Guedes diz que é preciso privatizar os Correios ‘antes que o ativo se deteriore’

Ministro classificou como importante a rede de entregas da estatal; ele justificou demora em desestatizações e reiterou que auxílio emergencial acaba no final do ano

Tudo normal?

Maioria das empresas está otimista para vendas na Black Friday, diz Boa Vista

Cerca de 66% das empresas acreditam que as vendas da Black Friday em 2020 serão iguais ou superiores às de 2019.

DINHEIRO NO BOLSO

BB Investimentos muda carteira de dividendos após resultados do 3º trimestre

Analistas avaliam que retomada da economia fomenta a expectativa de melhores resultados, resultando no maior pagamento de proventos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies