Menu
2020-10-26T18:36:50-03:00
Estadão Conteúdo
Precavidos

Toyota prevê mercado 25% maior em 2021, mas diz ter até ‘Plano X’

“Temos reunião com fornecedores toda semana e estamos caminhando com nosso plano”, afirmou o presidente da Toyota no Brasil.

26 de outubro de 2020
18:36
Toyota
Imagem: Shutterstock

O presidente da Toyota no Brasil, Rafael Chang, traçou nesta segunda-feira, 26, um cenário de crescimento de dois dígitos do mercado de veículos novos no ano que vem, mas disse que a montadora se prepara com planos "A, B e até X" para dar respostas rápidas caso as previsões otimistas não sejam confirmadas.

Leia também:

"Temos plano A, B, C e até X a depender das variáveis econômicas e de como a covid vai evoluir nos próximos meses", comentou o executivo ao participar de congresso virtual promovido pela Autodata.

A Toyota trabalha com previsão de vendas da indústria, incluindo as demais montadoras, da ordem de 2,5 milhões de veículos em 2021, 25% a mais do que o mercado previsto para este ano, de aproximadamente 2 milhões de unidades. A projeção tem como base o ritmo atual de vendas.

Num momento em que a indústria automotiva aponta reajustes pesados de insumos como o aço, que não teriam sido completamente repassados ao preço final dos automóveis, Chang afirmou que sua montadora vai buscar no ano que vem maior equilíbrio entre volume e rentabilidade.

Segundo ele, o pior momento de fluxo de caixa na indústria de autopeças, sobretudo da base da cadeia de suprimentos, já passou, e a Toyota não vem passando pelo problema de falta de insumos apontado por diversas indústrias, inclusive no segmento de veículos comerciais do setor automotivo. "Temos reunião com fornecedores toda semana e estamos caminhando com nosso plano", afirmou Chang.

O câmbio alto, por outro lado, segue sendo um grande desafio, sendo que a forma pela qual a montadora japonesa tem lidado com a situação tem sido elevar o porcentual de componentes nacionais dos carros produzidos no Brasil, ao mesmo tempo em que trabalha para aumentar as exportações. "É a única receita para administrar o impacto cambial na nossa operação", comentou o presidente da Toyota.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

abertura dos negócios

Ibovespa abre em alta com bancos e Petrobras e bate 108 mil pontos; dólar tem queda firme

Investidores reagem com busca por ativos da renda variável em meio a uma menor percepção de risco político nos Estados Unidos e ao otimismo com vacina

no topo do ranking

Elon Musk ultrapassa Gates e se torna o segundo homem mais rico do mundo

Essa é apenas a segunda vez em oito anos que Gates perde posições no ranking

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

9 notícias para começar o dia bem informado

A discussão de que a bolsa americana está cara rola desde o ano passado, muito antes de alguém sonhar que o mundo viveria uma pandemia. Mesmo com o coronavírus e seu impacto na receita de várias empresas, o S&P 500, índice que reúne as 500 principais companhias listadas nas bolsas dos EUA, continuou a testar […]

A BOLSA É PARA TODOS

De outro mundo: Funerária quer fazer IPO na B3 em 2021

Com 57 anos, Grupo Cortel planeja abrir o capital na bolsa e utilizar recursos para a aquisição de empresas do setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies