Menu
2020-08-22T08:53:48-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Livraria

Saraiva tem prejuízo de R$ 118 milhões no trimestre com lojas fechadas e sem crescer no online

A receita líquida da Saraiva despencou 80% no segundo trimestre, para R$ 27,7 milhões. Desse total, apenas R$ 4,6 milhões vieram das lojas físicas

22 de agosto de 2020
8:53
Fachada de loja Livraria Saraiva
Fachada de loja Livraria Saraiva - Imagem: Wikimedia Commons

Em recuperação judicial e duramente abalada pela pandemia do coronavírus, que levou ao fechamento das lojas físicas, a rede de livrarias Saraiva registrou um prejuízo líquido de R$ 118,2 milhões no segundo trimestre deste ano.

A receita líquida da Saraiva despencou 80% em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 27,7 milhões. Desse total, apenas R$ 4,6 milhões vieram das lojas físicas. No início de agosto, a rede contava com 48 unidades reabertas, a maior parte com horário de atendimento reduzido.

Ao contrário de outras varejistas, contudo, a Saraiva não conseguiu compensar a redução com as vendas pela internet. A receita via e-commerce somou R$ 23 milhões, uma redução de 56,8% em relação ao segundo trimestre do ano passado.

Com isso, o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 91,8 milhões. Boa parte da piora é justificada por uma baixa (impairment) de ativos intangíveis, sem impacto no caixa, de acordo com a companhia.

Em julho, a Saraiva protocolou um pedido de aditamento do plano de recuperação judicial, que prevê a reestruturação do passivo e a venda de lojas agrupadas por região de interesse. A rede contava com 64 unidades ativas em junho deste ano.

A empresa encerrou o trimestre com uma dívida líquida de R$ 120 milhões, já descontando o valor a receber dos recebíveis de cartão de crédito, o que representa uma queda de 11% em relação a março.

Em 30 de junho, o saldo total de caixa disponível, caixa bloqueado e recebíveis de cartão de crédito era de R$ 39,5 milhões, acima dos R$ 25,8 milhões do trimestre anterior.

As ações da Saraiva (SLED4) acumulam queda de 69% em 2020 e encerraram a sexta-feira cotadas a R$ 0,65 na B3.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

retomada econômica

Sem Petrobras e Vale, lucro das empresas deve crescer 14% em 2021

Análise foi feita pelo BTG e compara as perspectivas sobre os resultados de 2019; expectativa melhorou em relação ao relatório anterior

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

INSISTÊNCIA

Repaginada, CPMF volta ao debate na reforma tributária

Pelo acordo em construção, novo imposto seria incluído na proposta de reforma tributária que tramita na Câmara dos Deputado

Cenário desfavorável

Caixa Seguridade interrompe análise de oferta de ações pela segunda vez

Depois deinterromper a análise em março, o processo havia sido retomado em julho

mercado agora

Ibovespa sobe em busca de recuperação, mas aversão ao risco no exterior atrapalha

Aversão ao risco no exterior tende a limitar amplamente a tentativa de recuperação do Ibovespa; dólar segue em alta, buscando os R$ 5,60

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements