Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-25T12:23:02-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
Medidas do Banco Central

Pacote do BC amortece impacto do coronavírus na liquidez de bancos, diz Moody’s

Correspondente a 5 vezes o tamanho daquele utilizado na crise de 2008, entretanto, o pacote deve mitigar esses riscos, diz a Moody’s

25 de março de 2020
12:23
Bancos - Itaú - Santander - Bradesco - Banco do Brasil
Imagem: Montagem Andrei Morais / Estadão Conteúdo / Shutterstock

As medidas anunciadas pelo Banco Central (BC) na segunda-feira (23) amortecerão o impacto econômico e de mercado da pandemia do novo coronavírus sobre a liquidez de bancos, diz a Moody's, em relatório. O BC divulgou na ocasião um pacote de R$ 1,2 bilhão de injeção no sistema bancário.

A pandemia possui efeitos negativos para a classificação da nota de crédito de bancos brasileiros de pequeno e médio porte, dada a tensão na liquidez dessas instituições, disse a agência de risco. Correspondente a 5 vezes o tamanho daquele utilizado na crise de 2008, entretanto, o pacote deve mitigar esses riscos, diz a Moody's.

Para além da redução nas reservas compulsórias de 25% para 17%, anunciada em 19 de março, a injeção de liquidez no sistema bancário tem por objetivo estancar o aperto de captação e os custos maiores que seriam um desafio aos bancos mais expostos à captação de atacado ou depósitos intermediados, disse a Moody's.

Segundo a agência, a paralisia da economia e o declínio sem precedentes no volume de negociação no mercado de capitais têm um peso significativo nas posições de caixa das pequenas e médias empresas, na tentativa de manter folha de pagamento dos funcionários para evitar um aumento imediato no desemprego.

"A maioria dos pequenos e médios bancos possui uma base de depósitos mais diversificada do que em 2008, em larga medida por causa das suas plataformas digitais proprietárias para depositantes do varejo", afirma a agência. No entanto, alguns bancos ainda se baseiam em depósitos intermediados, o que pode ser fonte de fraqueza em meio à alta volatilidade do mercado.

Além disso, uma medida anunciada pelo BC que inclui, para efeitos tributários, investimentos sobre-protegidos no exterior como parte do capital regulatório dos bancos deverão adicionar um ponto percentual, em média, ao índice de capital principal de bancos já em situação confortável, que possuem agências no exterior e subsidiárias internacionais.

Entre os beneficiados, estão bancos comerciais (Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Santander), de investimento (BTG Pactual) e de médio porte (ABC Brasil e Daycoval).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Me vê bitcoin

De olho no interesse dos clientes por bitcoin (BTC), Mastercard vai lançar plataforma que une criptomoedas com cartões de débito e crédito

Com essa integração, o cliente pode receber cashback em criptomoedas após compras no cartão de crédito, por exemplo

Exile on Wall Street

Felipe Miranda: Entre “O fim do Brasil —parte 2” e o começo da terceira via

Depois do desastre com o teto de gastos, o que podemos esperar de uma resolução que não envolva nem Lula nem Bolsonaro?

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: Suas definições de “responsabilidade fiscal” foram atualizadas

A temporada de resultados brasileira, que começou na última sexta-feira, segue hoje com EcoRodovias, EDP Brasil, Neoenergia e TIM, após o fechamento do mercado. Enquanto isso, ao longo do dia, o presidente Jair Bolsonaro deverá lançar o Programa de Crescimento Verde, indicativo positivo para a COP26 de novembro

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) retoma os US$ 63 mil após cair na sexta-feira e outras criptomoedas sobem até 10% hoje; confira

Destaque para a Solana (SOL), que vem apresentando resultados acima da média das dez principais moedas do mundo

UM OLHO NO GATO, OUTRO NO PEIXE

Como a encrencada Evergrande pretende se inspirar em Elon Musk para sair da draga

Depois de depositar dinheiro devido a credores externos, fundador fala em deixar em segundo plano os empreendimentos imobiliários para investir em setores considerados mais promissores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies