Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-09-07T11:41:56-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
negócio feito

Magazine Luiza fecha compra da AiQFome, plataforma de delivery, de olho em digitalização

Segundo a empresa, a aquisição representa mais um passo na estratégia da companhia rumo à digitalização do varejo brasileiro

3 de setembro de 2020
19:09 - atualizado às 11:41
Fila de consumidores em frente à loja Magazine Luiza na Avenida Senador Teotônio Vilela, Cidade Dutra
Imagem: Estadão Conteúdo/Sérgio Neves

O Magazine Luiza divulgou na noite desta quinta-feira (3) a aquisição da startup AiQFome, segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A AiQFome possui mais de 2 milhões de clientes cadastrados e processa 20 milhões de pedidos em termos anualizados, preparados por 17 mil restaurantes, diz o Magalu. Segundo a varejista, a startup cresceu com foco em cidades pequenas e no interior do país.

Hoje, plataforma de delivery está disponível em 350 municípios do país em 21 estados. Segundo informações do site da startup, a trata-se da terceira maior plataforma de delivery do Brasil.

Com base no último mês, a AiQFome movimentou mais de 700 milhões de reais em termos anualizados, crescendo 264% em relação ao mesmo período de 2019.

De acordo com o Magalu, a aquisição representa mais um passo na estratégia da companhia rumo à digitalização do varejo brasileiro.

O negócio ajudará a gigante do varejo a reforçar a expansão dos serviços oferecidos no seu Super App, um conceito de unificação de serviços em um mesmo ambiente. Isso, segundo a companhia, ajudaria a aumentar a frequência de compra dentro do seu ecossistema.

"Adicionalmente, com a AiQFome, o Magalu poderá oferecer sua tecnologia a milhares de restaurantes, bem como serviços como o Magalu Pagamentos e o Magalu Entregas", diz o comunicado.

Na sessão de hoje do Ibovespa, as ações ordinárias do Magazine Luiza despencaram 5,36%, para R$ 88,50. Leia a cobertura completa de mercados do Seu Dinheiro.

Magalu às compras

Este não é o primeiro negócio da companhia em meio à crise gerada pela pandemia de coronavírus.

Há menos de duas semanas, o Magazine Luiza anunciou a aquisição da Stoq, com um olho na digitalização do médio varejista.

No começo de agosto, o Magalu informou as compras das empresas Canaltech e Inloco Media, marcando a entrada da empresa no segmento de publicidade online.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

efeito pandemia

Sem peças importadas, indústria busca produção local, mas esbarra em custo

Escassez de produtos como máscaras e respiradores, que marcou o início da pandemia, depois se estendeu a semicondutores, insumos e autopeças e se agravou com o aumento dos preços

é possível, sim

O segredo para ser feliz no trabalho, segundo esta especialista

Beverly Jones, autora do “Find Your Happy at Work”, arriscou algumas respostas em entrevista recente e falou sobre desconforto, networking e tédio; veja abaixo

em família

Sobrinho-neto do bilionário Warren Buffett supera Berkshire Hathaway no ano

Ações da Boston Omaha, holding de capital aberto co-liderada pelo sobrinho-neto do bilionário, Alex Buffett Rozek, estão batendo os papéis da Berkshire Hathaway

novo serviço

Grupo pão de Açúcar vai fazer entrega para lojistas de seu marketplace

No próximo ano, a companhia passará a oferecer a possibilidade de que os lojistas virtuais armazenem produtos nos centros de distribuição do GPA

inovação

Varejo online agora quer conquistar a fronteira da venda de produto fresco

A partir do mês que vem, começa a funcionar no País uma startup mexicana de tecnologia do setor de supermercados que vai explorar exatamente esse filão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies