Menu
2020-08-25T22:05:45-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
compra do magalu

Magazine Luiza anuncia aquisição da Stoq e mira médio varejista

Compra deve complementar o Parceiro Magalu, levando a digitalização para empresas menores que usam a plataforma da companhia

24 de agosto de 2020
9:21 - atualizado às 22:05
Magazine Luiza
Imagem: Divulgação

O Magazine Luiza anunciou nesta segunda-feira (24) a aquisição da Stoq, uma startup de tecnologia, com sede em São Carlos/SP. A empresa é especializada em soluções para pequenos e médios varejistas.

A companhia não infomou valores. É a primeira compra que o Magalu anuncia depois de revelar um forte avanço nas operações digitais durante o segundo trimestre deste ano. Na ocasião, a empresa disse que poderia realizar qualquer tipo de aquisição.

Fundada em 2015, a Stoq desenvolve sistemas de ponto de vendas (PDV) no modelo SaaS (Software as a Service), que em tese melhoram o atendimento para varejistas físicos e seus funcionários ao reduzir filas e eliminar fricções no processo de compra.

Com a aquisição, os produtos da Stoq passam a integrar o pilar estratégico Magalu as a Service (MaaS) - iniciativa da empresa que opera como fornecedora de serviços para o varejo.

A compra da startup deve complementar o Parceiro Magalu, levando a digitalização também para os médios varejistas que usam a plataforma da companhia. A empresa fala em alcançar categorias como bares e restaurantes, moda, supermercado e saúde e beleza.

Segundo Magazine Luiza, um dos principais produtos da Stoq é o SmartPOS, que permite que os atendentes façam o pedido e recebam o pagamento onde o cliente estiver.

Outros destaques da startup incluiriam um totem de auto-atendimento (Stoq Self-Checkout) - que daria autonomia para o cliente fazer o pedido e o pagamento sem pegar filas ou passar por um atendente. Além de um sistema de PDV, que permite o gerenciamento de pedidos de food delivery diretamente no caixa.

Ainda de acordo com o Magazine Luiza, os canais de venda são integrados em um único sistema. Em 2019, foram transacionados mais de R$ 250 milhões por meio dos produtos Stoq.

Lista de compras

Apesar de ser a primeira compra do Magazine Luiza após a divulgação do balanço do segundo trimestre, a aquisição da Stoq já faz parte de uma lista que cresceu nos últimos meses.

No início de agosto, o Magazine Luiza já tinha divulgado a compra da Unilogic Media, a Canal Geek (conhecida como Canaltech) - que produzem conteúdo sobre tecnologia - e a InLoco Media, divisão de publicidade da startup pernambucana InLoco.

A empresa mira um "ecossitema de varejo", aos moldes de gigantes internacionais como a americana Amazon e a chinesa Alibaba. A ambição da companhia reverbera na bolsa, com uma alta das ações de 160% só no último ano.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

novo programa

Governo anuncia proposta para Renda Cidadã, substituto do Bolsa Família

Proposta é usar os recursos de pagamento de precatórios e parte do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)

NOVATA NA BOLSA

Subsidiária da Even, Melnick estreia na B3 com queda de mais de 1%

IPO movimentou R$ 713,6 milhões, com as ações sendo precificadas no piso da faixa indicativa

futuro já começou?

Ação da Virgin Galactic, de turismo espacial, dispara 20%

Dois novos relatórios recomendam a compra dos papéis da empresa do bilionário Richard Branson; companhia ainda não opera comercialmente

mercado atento

Risco fiscal no Brasil ‘está em toda a parte’, diz José Júlio Senna

Chefe do Centro de Estudos Monetários do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) diz que “a Bolsa de São Paulo, em dólar, é um vexame”

demandas em meio à crise

Concessões no crédito livre sobem 0,5% em agosto, revela BC

Em agosto, no crédito para pessoas físicas, as concessões subiram 2,1%, para R$ 153,3 bilhões. Em 12 meses até agosto, há alta de 3,0%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements