Menu
2020-01-20T18:29:07-03:00
bem na praça

Fintechs e corretoras lideram avaliações positivas de clientes

Nota geral mais alta foi da corretora Órama, com 4,64, em uma escala de 0 a 5. Ela foi seguida pelo Nubank (4,37), Banco Inter (4,31), a corretora Mirae (4,22) e o BTG Pactual Digital (4,20)

20 de janeiro de 2020
8:27 - atualizado às 18:29
Fintechs
Imagem: Shutterstock

Duas corretoras, um banco de investimentos, uma fintech e um banco médio compõem a lista de instituições financeiras mais bem avaliadas pelos usuários do Yubb, buscador de investimentos com mais de 8 milhões de buscas por mês.

A nota geral mais alta foi da corretora Órama, com 4,64, em uma escala de 0 a 5. Ela foi seguida pelo Nubank (4,37), Banco Inter (4,31), a corretora Mirae (4,22) e o BTG Pactual Digital (4,20).

Dentre os critérios avaliados pelos usuários, estavam a facilidade em usar as plataformas on-line, o atendimento ao cliente, custos e taxas praticadas pelas empresas. Além do ranking geral, o buscador de investimentos também informou à reportagem o desempenho das instituições nas categorias de grandes bancos, médios, fintechs e corretoras. A categoria com as notas mais baixas foi a dos grandes bancos.

O Santander - que teve a avaliação mais alta entre os cinco maiores bancos - atingiu a média de 3,17. No entanto, todas as demais categorias tiveram notas acima de 4 pontos para os cinco mais bem colocados. A superintendente executiva de investimentos do banco espanhol, Luciane Effting, vê o cenário de maior competição com otimismo.

"O cliente está mais informado. Por isso, ampliamos nosso portfólio com todas as classes de ativos e passamos a oferecer, inclusive, produtos de terceiros em nossas plataformas", diz. Ela afirma, ainda, que a concorrência tem efeitos benéficos: "fintechs têm estruturas enxutas e conseguem fazer movimentos rápidos. Vemos a competição como algo positivo", diz.

"As fintechs inovaram na proximidade e no atendimento ao cliente. Muitos bancos médios seguiram esse movimento. Além disso, os grandes bancos acabam perdendo em rentabilidade, pela segurança que oferecem", diz Bernardo Pascowitch, fundador do Yubb.

Ele observa que o fato de empresas menores liderarem o ranking das instituições financeiras demonstra um processo comum nas organizações: "Quanto mais elas crescem, mais difícil é manter o padrão", afirma.

A presença de empresas com focos diferentes entre as instituições mais bem avaliadas demonstra uma novidade entre os investidores: ser multiplataforma.

É cada vez mais comum que os clientes tenham conta em um banco, em uma corretora e em uma fintech ao mesmo tempo. "Se antes os grandes bancos concentravam as alternativas de investimento, hoje há mais possibilidades", diz Pascowitch.

Dicas

Na hora de escolher onde colocar o dinheiro, porém, a avaliação do cliente deve ser cuidadosa. Taxas, variedade de produtos na plataforma, facilidade de usar o aplicativo e clareza nas informações são alguns dos pontos que o investidor deve avaliar, na visão de Guilherme Assis, CEO do Gorila Invest (aplicativo que organiza investimentos).

Assis diz que o usuário pode ter contas em diversas plataformas para aproveitar os benefícios e isenções de cada uma delas. Nessa lógica, porém, o desafio é não perder de vista o total que está sendo investido. "É preciso olhar o consolidado das suas posições. Dividindo o patrimônio em ativos de curto, médio e longo prazos. Analisando os ativos separadamente, pode-se tomar decisões erradas, que não fazem sentido na sua carteira como um todo", afirma.

Procurados, Itaú e Bradesco não quiseram comentar suas notas. Banco do Brasil e Caixa não responderam os contatos da reportagem. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

compromisso do bilionário

Campanha de Bloomberg diz que candidato vai vender sua própria empresa, se eleito

Bilionário é dono da Bloomberg, uma empresa de dados para o mercado financeiro e agência de notícias que opera em todo o mundo

Tudo que mexe com os mercados hoje

Desaceleração do coronavírus injeta bom humor nos mercados

No Brasil, os investidores ficam atetos aos movimentos do câmbio e no balanço da Petrobras, que deve ser divulgado após o fechamento.

Balanço

IRB anuncia lucro de R$ 1,764 bilhões em 2019 e abre números contestados pela Squadra

Empresa não cita nome da gestora, mas contesta informação de que balanço de 2019 teria sido turbinado por itens que não vão mais se repetir

reaquecendo

China promete ampliar assistência para fábrica retomarem operações

Governo chinês vai colocar fábricas em contato com empresas de tecnologia para ajudar a identificar quaisquer elos fracos nas cadeias de suprimento

na alesp

Reforma da Previdência em São Paulo é aprovada em primeiro turno

PEC estabelece idade mínima para aposentadoria, de 62 anos para mulheres e 65 para homens, acaba com o recebimento de adicionais por tempo de serviço e proíbe a acumulação de vantagens temporárias

o estopim da greve

Justiça do Trabalho suspende demissões em fábrica da Petrobras no Paraná

Decisão sobre a Fafen-PR terá validade até 6 de março, quando nova audiência de conciliação será realizada

Ranking

Os 27 fundos multimercados que superaram o CDI com consistência no longo prazo

Fundos badalados como o Bahia AM Maraú, o SPX Nimitz e o Kapitalo Kappa aparecem no topo da lista divulgada pela consultoria Economatica, mas o fundo Verde ficou de fora.

Iniciativa do governo

Programa Brasil Mais terá R$ 1 bilhão e buscará otimizar 200 mil empresas

O “Programa Brasil Mais”, anunciado nesta terça-feira (18) pelo governo federal, receberá investimento de cerca de R$ 1 bilhão, afirmou o porta-voz da presidência da República, Otávio Rêgo Barros. Tendo como meta o aumento da eficiência das empresas, o programa foi dividido em quatro linhas: uma focada em otimização, envolvendo 200 mil empresas; outra, voltada […]

Tratos feitos

CVM aceita acordo com Morgan Stanley para encerrar processo envolvendo manipulações de ações da OGX, de Eike Batista

No total, o banco norte-americano se comprometeu a pagar a quantia de R$ 13,2 milhões

Página por página

Bolsonaro diz que vai avaliar texto da reforma administrativa esta noite

Há pouco, o presidente se reuniu com ministros para tratar da matéria

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements