Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-10T09:43:12-03:00
Estadão Conteúdo
Ainda no vermelho

Embraer tem prejuízo líquido ao acionista de R$ 649 milhões no 3º trimestre

Empresa segue prejudicada pela pandemia e pelo cancelamento do negócio com a Boeing, que levou a uma queda significativa na produção de aeronaves

10 de novembro de 2020
8:25 - atualizado às 9:43
Embraer
Imagem: Divulgação

A fabricante brasileira de aviões Embraer registrou um prejuízo líquido atribuído ao acionista controlador de R$ 649 milhões (R$ 0,88 por ação) no terceiro trimestre de 2020, uma ampliação das perdas se comparado ao resultado também negativo em R$ 314,4 milhões registrados no terceiro trimestre de 2019. De forma geral, a empresa foi novamente prejudicada pela pandemia da covid-19, assim como pelo cancelamento do negócio com a Boeing envolvendo o braço comercial do grupo brasileiro - que levou a uma queda significativa na produção de aeronaves.

O Ebitda ajustado da empresa fechou negativo em R$ 40,7 milhões, contra um resultado positivo de R$ 75 milhões um ano antes. A margem Ebitda ajustada ficou negativa em 1% contra um resultado positivo de 1,6% um ano antes.

A Receita líquida teve queda de 13% no trimestre na comparação anual e ficou em R$ 4,09 bilhões, principalmente em função das quedas nas entregas da Aviação Executiva e especialmente da Aviação Comercial. "Essa queda foi parcialmente compensada pelo aumento de 106% (na comparação entre o terceiro trimestre de 2020 e terceiro trimestre de 2019) das receitas de Defesa & Segurança no trimestre, que foram impactadas no primeiro semestre do ano, já que algumas entregas foram postergadas em função das restrições de viagens impostas pela covid-19, como o fechamento de fronteiras de alguns países clientes", explicou a fabricante.

No trimestre, conforme divulgado em documento anterior, a Embraer entregou sete jatos comerciais e 21 jatos executivos (19 jatos leves e dois jatos grandes), totalizando 28 jatos entregues no período. Isso se compara a um total de 44 jatos entregues no terceiro trimestre de 2019, sendo 17 jatos comerciais e 27 jatos executivos (15 jatos leves e 12 jatos grandes). No acumulado do ano em 2020, a empresa entregou 16 jatos comerciais e 43 jatos executivos (33 jatos leves e 10 jatos grandes), o que se compara aos 54 jatos comerciais e 63 jatos executivos entregues durante os primeiros nove meses de 2019.

"As entregas da Embraer em 2020 estão sendo impactadas negativamente, principalmente devido à pandemia de covid-19, que continua afetando o mundo e especialmente as viagens aéreas comerciais".

A Embraer disse que espera uma continuação na melhora das entregas no quarto trimestre em relação aos três primeiros trimestres do ano, principalmente no segmento de Aviação Executiva, que normalmente apresenta um alto nível de sazonalidade com grande parte das entregas anuais ocorrendo no quarto trimestre.

Operacional

O Resultado operacional (EBIT) e a Margem operacional reportados no trimestre foram negativos em R$ 197,8 milhões e -4,8%, respectivamente, comparados aos R$ 80,4 milhões negativos e aos -1,7% reportados um ano antes.

Os resultados do trimestre incluem itens especiais que representam um impacto total positivo de R$ 41,7 milhões. Entre eles estão R$ 292,5 milhões de despesas com reestruturação relacionadas ao ajuste da força de trabalho ocorrido na companhia, R$ 68,9 milhões de provisão adicional para perdas de crédito esperadas durante a pandemia e R$ 317,2 milhões de reversão de impairment na Aviação Comercial, que impactou positivamente os resultados, e R$ 85,9 milhões de reversão de impairment na Aviação Executiva, que também impactou positivamente os resultados do trimestre. "Não foram reconhecidos itens especiais nos resultados reportados no terceiro trimestre de 2019".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

PROMESSA DESCUMPRIDA

Reforma administrativa não sai antes das eleições, admite relator da proposta na Câmara

O deputado Arthur Maia afirmou que faltou empenho do executivo para garantir que o texto fosse aprovado no Congresso

FOGUETE SEM FREIO

Boeing tropeça e SpaceX, de Elon Musk, garante mais três viagens tripuladas com a Nasa

O plano original era alternar missões com as duas empresas, mas o Starliner, foguete da Boeing, deve ficar impedido de voar até 2023

ALÍVIO NO BOLSO

Sem dizer quanto, Bolsonaro promete que Petrobras (PETR4) anunciará redução no preço dos combustíveis nesta semana

O presidente, que é um dos críticos mais ferrenhos da política de preços da estatal, afirmou que a queda deve seguir por algumas semanas

INVESTIDORES ATENTOS

4 fatos que mexem com o Ibovespa na próxima semana — incluindo Copom e IPO do Nubank

O principal índice acionário brasileiro terá um calendário cheio de eventos e dados econômicos para digerir ao longo dos próximos dias

Alívio no Orçamento

Com receita acima do esperado, Economia reduz estimativa de rombo nas contas públicas em 2022

Considerando todo o setor público, o que inclui Estados e Municípios, as novas projeções da pasta preveem até mesmo um saldo positivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies