';

Nosso guia ‘Onde investir em 2023’ está disponível; baixe gratuitamente aqui

Cotações por TradingView
2020-12-04T06:43:23-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
na briga

Em meio a IPO da Rede D’Or, Dasa adquire rede de hospitais em SP por R$ 1,77 bi

Com Leforte, companhia passa a ter cinco hospitais na região metropolitana de São Paulo e expande número de leitos de internação para 2,6 mil

4 de dezembro de 2020
6:43
Saúde
Imagem: Shutterstock

O Grupo Dasa, que atua no segmento de diagnósticos e análises clínicas, anunciou nesta quinta-feira (3) a aquisição da rede de hospitais Leforte, em São Paulo. O valor da transação foi de R$ 1,77 bilhão.

A operação compreende oito ativos, incluindo os hospitais Leforte Morumbi, Leforte Liberdade e Hospital e Maternidade Christovão da Gama, além de clínicas gerais e uma especializada em pediatria.

Após a compra, a companhia passará de dois para cinco hospitais na região metropolitana de São Paulo, e expandirá os leitos de internação de 2,1 mil para 2,6 mil. O faturamento combinado dos negócios soma quase R$ 9 bilhões, e a fusão fará com que o grupo tenha mais de 40 mil funcionários.

Agregando elos à cadeia

Para Pedro Bueno, presidente do grupo Dasa, a aquisição é estratégica e fortalece o posicionamento da empresa entre as unidades hospitalares, já que o Leforte é a maior rede regional.

Ela também ocorre no momento em que a Rede D'Or São Luiz, maior grupo hospitalar do País, se prepara para abrir capital visando consolidar o mercado. O Dasa não quer ficar para trás.

"É importante ter capilaridade hospitalar porque conseguimos trazer soluções mais resolutivas e trazer uma rede estrategicamente localizada", afirma Bueno.

De acordo com o executivo, após a aquisição, a Dasa passará a ser o maior grupo de prestação de serviços em todos os elos da cadeia de saúde, sem contar com redes que possuem sua própria operadora de saúde.

"É um diferencial muito grande, e com esse movimento estamos dobrando nossa rede hospitalar. Já somos a segunda maior rede de hospitais independentes do País, dentro do nosso ecossistema de saúde", aponta.

Crescer e engajar

Nos últimos seis meses, a Dasa duplicou a quantidade de hospitais em todo o País, passando de seis para doze unidades. Além da aquisição do Leforte, o grupo anunciou a inauguração do Hospital Águas Claras, em Brasília, e o acordo para aquisição do Grupo Carmo, que reúne dois hospitais na cidade do Rio de Janeiro.

Bueno também destaca que a operação faz parte da estratégia de maior engajamento dos pacientes do grupo, e que está relacionado ao foco na prevenção e cuidado da saúde.

"Nosso objetivo é olhar para a jornada do usuário de ponta a ponta, para agregar mais valor aos médicos e aos pacientes. Queremos antecipar as necessidades de saúde e coordenar para que tenham um desfecho muito melhor", diz.

A aquisição da rede Leforte ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e por outras entidades regulatórias. A composição acionária do grupo não sofrerá alterações. De acordo com a Dasa, um plano de integração será elaborado nos próximos meses.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SEM VINGANÇA

Lula quer Brasil de paz, mas não vai aceitar vale-tudo

13 de janeiro de 2023 - 20:47

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse que as investigações dos ataques em Brasília precisam ser levadas adiante porque “a lei manda”

COLETE SALVA-VIDAS

Resgate da Americanas (AMER3): Lemann e sócios propõem injeção de R$ 6 bilhões, diz agência

13 de janeiro de 2023 - 20:27

Fontes ouvidas pela Bloomberg disseram que os acionistas de referência da empresa fizeram a oferta, mas os bancos querem mais

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A tentativa de recuperação da Americanas (AMER3), prévias das construtoras e outros destaques do dia

13 de janeiro de 2023 - 19:06

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta sexta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

ROMBO DOBRADO

Americanas (AMER3) tem R$ 40 bilhões em dívidas e deve pedir recuperação judicial

13 de janeiro de 2023 - 19:05

Um juiz do Rio de Janeiro concedeu hoje uma tutela de urgência cautelar para impedir o bloqueio ou penhora de bens da empresa

Prejuízo

Rombo na Americanas (AMER3) pode afetar até aquisição de clientes do BTG Pactual, diz Itaú BBA

13 de janeiro de 2023 - 18:44

Analistas apontam que linha de crédito que BTG Pactual oferece a empresas da cadeia de suprimentos pode ter demanda reduzida após caso Americanas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies