Menu
2020-11-17T11:43:27-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
GIGANTE

Rede D’Or pode realizar segundo maior IPO da história

Maior grupo hospitalar do País pode levantar até R$ 12,6 bilhões em listagem de ações

17 de novembro de 2020
11:43
104431114_3648533321839889_924922937267440479_o
Glória D'Or, da Rede D'Or', no Rio de Janeiro. - Imagem: Divulgação Glória D'Or Facebook

A Rede D’Or São Luiz está se preparando para realizar a maior oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) deste ano e a segunda maior operação da história do mercado de capitais brasileiro.

O maior grupo hospitalar do País divulgou na madrugada desta terça-feira (17) o prospecto da operação, indicando que o preço por ação pode ficar entre R$ 48,91 e R$ 64,35. Se a companhia for bem sucedida e vender todas as ações, considerando a oferta base e os lotes adicional e suplementar, no teto da faixa, ela poderá arrecadar R$ 12,655 bilhões.

Neste caso, ela ocuparia o segundo lugar no ranking de maiores IPOs da história da bolsa, ficando atrás apenas do Santander, que em 2009 movimentou R$ 13,2 bilhões. O título de maior oferta de 2020 ficou com o Grupo Mateus, que levantou R$ 4,6 bilhões.

A Rede D’Or também entraria na B3 com valor de mercado acima de R$ 100 bilhões, algo que apenas nove companhias tem atualmente – Petrobras (PETR4), Vale (VALE3), Bradesco (BBDC3), Itaú (ITUB4), Santander Brasil (SANB11), Magazine Luiza (MGLU3), Weg (WEGE3) e B3 (B3SA3).

A operação é constituída por uma oferta base de 145.677.487 ações, cujos recursos serão destinados para o caixa da Rede D’Or São Luiz, e a secundária de 50.987.120 ações, composta pelos lotes adicional e suplementar e que servirá para os acionistas atuais venderem participação. Os acionistas vendedores são o FIP Delta, fundo da família Moll, fundador da empresa, a gestora Carlyle e o GIC, fundo soberano de Cingapura.

No caso da oferta primária, os valores arrecadados serão utilizados para construir novos hospitais, expandir atuais unidades e realizar aquisições de outros hospitais, além de clínicas oncológicas e corretoras de saúde.

O prospecto prevê que o preço final dos papéis será anunciado em 8 de dezembro e estreando na B3 em 10 dezembro, sendo listados no Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da B3.

O IPO está sendo coordenado por Bank of America (BofA), BTG Pactual, J.P. Morgan, Bradesco BBI, XP, BB Investimentos, Citi, Credit Suisse Banco Safra e Santander Brasil.

Raio-X

O tamanho da operação é equivalente à estatura da companhia. Fundada em 1977 pelo cardiologista Jorge Moll Filho, a companhia opera nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Brasília, Maranhão, Bahia, Sergipe e Paraná.

A empresa tem 51 hospitais próprios, com 8.505 leitos totais e 6.909 leitos operacionais, além de clínicas de tratamento oncológico, radioterapia e laboratórios.

Afetada pela pandemia de covid-19, que reduziu a quantidade de procedimentos eletivos (uma de suas principais fontes de recursos), a Rede D’Or São Luiz fechou o acumulado do ano até 30 de setembro com lucro líquido de R$ 156,5 milhões, recuo de 83% em relação ao mesmo período de 2019.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Estamos em um novo ciclo de alta de commodities?

Por que está se falando tanto em commodities? Isso é o que Matheus Spiess te explica no vídeo de hoje. Observando o histórico de ciclos de alta de commodities, presenciamos ciclos de altas de preços nas matérias primas. E estudos dizem que estamos na beira de um SUPERCICLO. Vamos ao passado: Início de 1900: 2º […]

Controle total

Petrobras: Cade aprova venda da participação da estatal em eólica para FIP Pirineus

Após a assinatura do acordo de R$ 32,97 milhões, o FIP Pirineus passa a deter o controle unitário do empreendimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies