Menu
2020-12-07T17:28:11-03:00
Caio Nascimento
Caio Nascimento
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) e com passagens pelo Estadão e Jornal da USP.
Corrida espacial

Elon Musk quer levar humanos para Marte até 2026

A empresa aeroespacial do bilionário, SpaceX, pretende criar uma cidade no planeta nos próximos 10 anos; ações da Tesla podem se beneficiar

5 de dezembro de 2020
14:40 - atualizado às 17:28
Elon Musk SpaceX
O empresário Elon Musk - Imagem: Shutterstock

O bilionário Elon Musk surpreendeu o mundo mais uma vez com suas ambições tecnológicas. O fundador e CEO da SpaceX falou, em entrevista ao portal alemão Axel Springer nesta semana, que a empresa pode levar humanos para Marte em 2026 com a missão tripulada pelo foguete Starship.

Musk afirmou que está altamente confiante e acredita que o objetivo pode ficar para 2024 se "tiver sorte". Tudo vai depender da sincronia entre a Terra e o planeta vizinho, que ocorre a cada 26 meses.

"Tivemos um este ano, no verão, o que significa que daqui cerca de dois anos haverá outro. Queremos enviar um veículo sem tração para lá em dois anos", disse.

Os planos ousados, porém, não param por aí. Elon Musk também falou ao Axel Springer que seu foco é construir uma base na lua e criar tecnologias de ponta que garantam a construção de uma vida interplanetária. 

"Acho importante que aspiremos ter uma cidade autossustentável em Marte o mais rápido possível", destacou. "Se as coisas correrem bem, pode ser no prazo de 10 anos."

A companhia ambiciona colonizar Marte até 2050.

Crescimento da SpaceX pode impactar ações da Tesla

Embora a SpaceX não tenha capital aberto em bolsa, as ações da Tesla (Nasdaq: TSLA; BDR: TSLA34) podem sofrer influência das conquistas da empresa aeroespacial do bilionário. Em 1º de junho de 2020, após o lançamento bem sucedido da nave Dragon Crew rumo à Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês), os papéis da fabricante de carros saltaram 9%.

O certificado mobiliário lastreado em reais (BDR) da ação subiu 567,85% de janeiro a agosto deste ano, quando sofreu o desdobramento. Desde então o papel já subiu 55%.

Na Nasdaq, a Tesla subiu 15.525% nos últimos 10 anos, sendo 596% só em 2020.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Guidance

Helbor divulga prévias operacionais do quarto trimestre e previsão de lançamentos para 2021

Construtora viu queda no número de lançamento e nas vendas, tanto no trimestre quanto no ano de 2020

novo nome

Banco Inter reforça área de investimentos com contratação de ex-Santander

Felipe Bottino, ex Pi Investimentos, assume Inter Invest com a missão de aumentar o número de pessoas físicas que aplicam com a plataforma

guerra dos frangos

KFC denuncia IMC por descumprimento de contrato e ações caem mais de 6%

Operadora de restaurantes negociava repactuação de contrato de master franquia para rever metas e prazos para abertura de lojas

Recuperação

Brincadeira de gente grande: Goldman Sachs e Bank Of America divulgam resultados do 4T20

Grandes empresas, como o Goldman Sachs e o Bank Of America, anunciaram os seus resultados do quarto trimestre de 2020 e eles são bastante animadores.

Prévia operacional

Cyrela tem crescimento de vendas e lançamentos em 2020, e analistas gostam dos números

Lançamentos totalizaram R$ 2,873 bilhões, enquanto vendas líquidas somaram R$ 1,860 bilhão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies