Menu
2020-06-01T18:10:28-03:00
Termo de compromisso

BC multa Bradesco em R$ 92,2 milhões e solicita aprimoramento em operações de câmbio

A autarquia aplicou ainda multas de R$ 350 mil em oito funcionários do Bradesco. Os valores devem ser pagos em até 30 dias

1 de junho de 2020
18:10
Banco Bradesco
Imagem: Estadão Conteúdo / André Dusek

O Banco Central e o Bradesco assinaram um termo de compromisso na última sexta-feira, 29, que prevê o aprimoramento, pelo banco privado, de procedimentos relativos a operações de câmbio. Com o termo, a instituição também foi multada em R$ 92,2 milhões. A autarquia aplicou ainda multas de R$ 350 mil em oito funcionários do Bradesco. Os valores devem ser pagos em até 30 dias.

O termo de compromisso prevê a cessação e a correção de ocorrências relatadas em um processo, envolvendo o Bradesco, que tramitava dentro do BC.

Com a assinatura do termo, que tem prazo de 19 meses, um processo administrativo sancionador contra o Bradesco foi suspenso dentro do BC. Caso o banco não cumpra o que foi acertado no termo de compromisso, ele poderá sofrer medidas administrativas e judiciais e o processo sancionador irá prosseguir.

Pelo termo de compromisso, o Bradesco terá de aprimorar seus procedimentos de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo (PLD/FT). O banco terá ainda de implementar um plano relativo a isso após a aprovação pelo BC.

Além disso, o Bradesco terá de comunicar ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), nos termos da regulamentação editada pelo BC, "movimentações atípicas de recursos na forma da Lei nº 9.613, de 3 de março de 1998".

A lei em questão trata dos crimes de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos e valores, além da prevenção à utilização do sistema financeiro para atos ilícitos.

Conforme o termo de compromisso, o Bradesco "obriga-se a aprimorar os seus procedimentos relativos a operações de câmbio, no tocante à comprovação do domicílio no exterior dos beneficiários das remessas de recursos, e abster-se de deixar de verificar a regularidade das operações de câmbio, em situações similares à relatada no PE 166266".

O processo citado é o que motivou o termo de compromisso. Não há detalhes no termo sobre as situações.

O Bradesco terá ainda um prazo de 30 dias para submeter, ao Banco Central, o plano de ação com melhorias nos procedimentos de prevenção à lavagem. Caso o plano do Bradesco seja recusado pelo BC, o banco terá mais 30 dias para encaminhar novo documento, contemplando os ajustes propostos pela autarquia.

O termo prevê ainda que o Bradesco precisará contratar uma auditoria independente que formulará relatório a respeito do cumprimento das obrigações e dos prazos por parte do banco privado.

Conforme o documento, o termo de compromisso "não importa confissão quanto à matéria de fato nem reconhecimento da ilicitude das ocorrências relatadas no PE 166266".

A íntegra do termo de compromisso está disponível no seguinte endereço na internet: https://www.bcb.gov.br/content/estabilidadefinanceira/termosprocessossfn/Banco%20Bradesco%20S.A.pdf

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Bolsa em alta

Petrobras e Vale têm ganhos firmes e puxam a recuperação do Ibovespa; dólar cai

Dados mais fortes na China deram forças ao setor de commodities, impulsionando as ações da Vale e da Petrobras e ajudando o Ibovespa como um todo

Presidente da Câmara

Câmara deve retomar debate sobre reforma tributária na 4ª, diz Maia

O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aguardava a retomada da comissão mista, que reúne deputados e senadores, mas não foi possível, por isso, dará continuidade apenas na Câmara

Lael Brainard

Para diretora do Fed, é excepcionalmente importante admitir que ventos contrários vão durar

Nesse contexto, a diretora Lael Brainard defendeu os apoios fiscal e monetário como cruciais para sustentar o quadro econômico, no contexto atual da pandemia

Projeções para a bolsa

“Não é trivial romper a barreira dos 100 mil pontos do Ibovespa”, diz Beker, do Bank of America

David Beker, chefe de economia e estratégia do Bank of America no Brasil, falou sobre sua visão para a economia global e o comportamento do Ibovespa nos próximos meses

gigante aérea americana

Delta tem prejuízo de US$ 5,7 bilhões no 2º trimestre e estima que levará mais de dois anos para se recuperar

No mesmo período do ano passado, a aérea teve lucro de US$ 1,44 bilhão. Delta diminuiu em 70% a queima de caixa em junho, em comparação aos últimos dias de março. Ações caem 2% em Nova York

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements