Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-21T07:08:43-03:00
Estadão Conteúdo
novidade do bc

BC cria linha de redesconto para participantes do PIX nos pagamentos instantâneos

Em novembro, o BC planeja colocar em funcionamento o PIX. O sistema permitirá pagamentos instantâneos – ou seja, transferências de recursos 24 horas por dia, sete dias por semana, durante todo o ano

21 de fevereiro de 2020
7:08
Banco Central do Brasil
Banco Central do Brasil - Imagem: Shutterstock

Após o Banco Central anunciar nesta semana o PIX, a marca dos pagamentos instantâneos no Brasil, nesta quinta-feira, 19, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou o lançamento de uma linha de redesconto para viabilizar o sistema. O redesconto estará disponível para as instituições financeiras que oferecerem a seus clientes o serviço de pagamentos instantâneos.

Em novembro, o BC planeja colocar em funcionamento o PIX. O sistema permitirá pagamentos instantâneos - ou seja, transferências de recursos 24 horas por dia, sete dias por semana, durante todo o ano. Atualmente, transferências podem ser feitas apenas em horários pré-determinados, por TEC e DOC, por exemplo. No caso da TED, a transferência é possível das 6h30 às 18h30 de cada dia útil.

Como os pagamentos instantâneos estarão disponíveis para além deste horário, o BC criou o redesconto para o sistema. Ele permitirá, na prática, que as instituições financeiras recebam recursos do BC e, em troca, entreguem à autarquia títulos públicos. Os recursos recebidos irão para a conta do banco no Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), ligado ao PIX. Com o dinheiro, as instituições poderão liquidar as operações de seus clientes feitas nos períodos fora do horário comercial (durante a noite ou em finais de semana e feriados, por exemplo).

"Durante o funcionamento do STR (Sistema de Transferência de Reservas, utilizado para TEDs), das 6h30 às 18h30, os bancos podem alimentar o SPI, fazendo operações normais ao longo do dia. Eles têm como prover recursos nessa conta do SPI", explicou o chefe de Departamento de Operações Bancárias do BC, Flávio Túlio. "Encerrado o STR, os bancos precisam de outros mecanismos. E o mecanismo é o aprovado agora. O BC vai disponibilizar uma linha para que instituições carreguem as contas dentro do SPI nos momentos em que o STR não está funcionando."

De acordo com Túlio, após as 18h30, o BC abrirá uma "janela" de 30 minutos para que as instituições façam operações de redesconto com a autarquia - ou seja, ofereçam títulos em troca de recursos. Com isso, suas contas no SPI terão recursos suficientes para, durante o período da noite, por exemplo, liquidar pagamentos instantâneos de seus clientes.

O acesso ao redesconto não será obrigatório. Os bancos que quiserem abastecer as contas de pagamentos instantâneos ao longo do dia útil poderão fazer isso normalmente.

De acordo com Túlio, a regulamentação do sistema de redesconto para pagamentos instantâneos deve ocorrer até abril deste ano.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies