Menu
2020-08-11T17:01:55-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Casamento corporativo

Apesar da alta de 30%, ação da Linx ainda não reflete ganhos de possível fusão com Stone, diz gestor

Cotações atuais não levam em conta nem as perspectivas da própria Linx sozinha, segundo Ricardo Campos, sócio da gestora Reach Capital, que tem a empresa como principal posição de seu fundo

11 de agosto de 2020
16:57 - atualizado às 17:01
sede da Linx
Imagem: Divulgação

As ações da empresa de tecnologia para o varejo Linx (LINX3) iniciaram o pressionadas depois que a companhia adiou de ontem para hoje a divulgação do balanço do segundo trimestre, mas logo viraram e começaram a operar em forte alta ainda pela manhã.

A resposta para o movimento aparentemente contraditório saiu na hora do almoço, quando a Linx anunciou que negocia uma fusão com a empresa de maquininhas de cartão e meios de pagamento Stone.

A confirmação de um namoro especulado há tempos pelo mercado levou os papéis da Linx a dispararem mais de 30%. As ações da Stone (STNE), negociadas na bolsa norte-americana Nasdaq, reagem em alta de quase 15% à possível fusão. Leia também nossa cobertura completa de mercados.

Mesmo com a alta de hoje, as ações da Linx ainda não refletem os ganhos potenciais de uma combinação com a Stone. “As cotações atuais não levam em conta nem a própria Linx sozinha”, me disse Ricardo Campos, sócio da gestora Reach Capital, que tem a empresa como principal posição de seu fundo.

As ações da Linx sofreram bastante neste ano com a percepção de que a empresa seria afetada pela queda do varejo com a pandemia do coronavírus. Mas Campos considera essa visão equivocada. “A empresa tem uma grande base de receitas recorrentes e ainda aproveitou a quarentena para ganhar participação no e-commerce.”

Caso a união com a Stone se concretize, a Linx ainda tem a chance de crescer em um negócio em que já atua, mas provavelmente teria mais dificuldades de caminhar sozinha: serviços financeiros.

A empresa já conta, por exemplo, com o Linx Pay, mas ainda se trata de um negócio pequeno e em um ramo de concorrência bastante acirrada. “A companhia não tinha estrutura voltada pra atuar nesse tipo de mercado”, disse o sócio da Reach.

Do ponto de vista da Stone, o negócio também faz todo o sentido, já que a empresa consegue adicionar mais valor aos serviços que presta aos lojistas que operam com as maquininhas da empresa, segundo Campos. “O negócio tem muitas sinergias.”.

Esse tipo de estratégia faz ainda mais sentido com a futura entrada em operação do PIX, o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, que representa uma ameaça em potencial para as transações com cartões. “Com a Linx, a Stone pode passar a oferecer uma solução que atende a todos os problemas do varejista”, disse.

Com o anúncio das tratativas para a combinação dos negócios, a divulgação do balanço da Linx, remarcado para hoje à noite, e a teleconferência de resultados prevista para amanhã de manhã ganham ainda mais importância.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

fintech do Mercado Livre

Mercado Pago recebe aporte de R$ 400 milhões do Goldman Sachs

Os recursos têm como destino a divisão de crédito da instituição, o Mercado Crédito, e servirão para expandir a oferta de crédito para pequenos e médios vencedores que usam o Mercado Pago e o Mercado Livre

presidente popular

Avaliação positiva de Bolsonaro sobe de 29% para 40%, diz Ibope

Após cair ao longo do primeiro ano de governo, a popularidade do presidente Jair Bolsonaro disparou agora em setembro, na comparação com dezembro do ano passado

218.679 pedidos

Pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro, diz Economia

Os pedidos de seguro-desemprego somaram 218.679 nos primeiros 15 dias de setembro

maiores altas percentuais

IRB, PetroRio e CVC são destaques do Ibovespa em dia de bom humor nos EUA

Por volta das 15h30, o principal índice de ações da B3 sobe 1,73%. IRB Brasil e CVC estão entre os três papéis que mais perderam valor na bolsa em 2020

após relatório da inflação

Retomada indica que País está acima da média de emergentes, diz Campos Neto

Presidente do BC disse que a autoridade monetária tem posição de “absoluta tranquilidade” em relação à inflação e afirmou não acreditar que a alta nos preços de alimentos neste ano possa impactar a inflação em 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements