Menu
2020-09-14T17:29:41-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Educação

Ações da Ser disparam com acordo para comprar Laureate, mas Yduqs quer entrar na disputa

O contrato da Ser Educacional com a Laureate possui uma cláusula de “go-shop”, ou seja, o grupo tem até o dia 13 de outubro para receber uma proposta mais vantajosa de um terceiro

14 de setembro de 2020
12:46 - atualizado às 17:29
Anhembi Morumbi
Imagem: Laureate.net

O acordo para a aquisição das operações da rede de ensino Laureate — dona das universidades Anhembi Morumbi e FMU no país — impulsiona as ações da Ser Educacional no pregão desta segunda-feira na B3.

Os papéis da empresa (SEER3) encerraram a sessão em alta de 10,21%, cotados a R$ 16,76. Leia também nossa cobertura completa de mercados.

O acordo para aquisição prevê o pagamento de R$ 1,7 bilhão em dinheiro mais 101.138.369 em ações que serão emitidas pela Ser. Os papéis serão emitidos com a criação de um programa de recibos de ações (ADRs) na bolsa de Nova York

O grupo norte-americano Laureate conta com 11 unidades no Brasil e aproximadamente 267 mil estudantes. A aquisição mais que dobra o total de alunos da Ser para 455 mil alunos, aproximando a rede de nomes como Yduqs e Cogna.

Mas apesar da reação positiva das ações ao negócio, o jogo ainda não está ganho para a Ser. Isso porque o contrato com a Laureate possui uma cláusula de “go-shop”, ou seja, o grupo tem até o dia 13 de outubro para receber uma proposta mais vantajosa de um terceiro.

E a empresa já tem pelo menos uma potencial interessada. A Yduqs informou hoje pela manhã que está “aprofundando o entendimento” dos ativos e acredita ter condições de apresentar uma proposta mais atraente.

“Os dados públicos divulgados da transação demonstram um forte potencial estratégico e de geração de valor que as nossas empresas combinadas teriam”, acrescentou a Yduqs, em fato relevante.

O negócio impulsionou as ações do setor de educação como um todo hoje na B3. Os papéis da Yduqs (YDUQ3) fecharam negociados em forte alta de 7,96% e os da Cogna (COGN3) subiram 4,91%. Fora do Ibovespa, Ânima ON (ANIM3) subiu mais de 8,96%.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Nova esperança?

Estados Unidos planejam investir US$ 3,2 bilhões em antivirais para tratar covid-19 e outras doenças

Segundo o Dr. Fauci, principal conselheiro do presidente Joe Biden no combate à pandemia, novo programa vai acelerar o que já está em andamento

PODCAST MESA QUADRADA

De pintor de parede a chef renomado, Alex Atala diz que competitividade foi empurrão: ‘se não fosse provocado, seria um bundão’

Chef de cozinha fala sobre sua trajetória e comenta crises e investimentos bem sucedidos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies