Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-25T11:30:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
de olho nas cifras

Rombo nas contas externas chega a US$ 3,9 bilhões em fevereiro

Segundo o BC, o estoque de reservas internacionais atingiu US$362,5 bilhões no mês

25 de março de 2020
11:22 - atualizado às 11:30
Dólar real câmbio
Imagem: Shutterstock

O déficit em transações correntes totalizou US$3,9 bilhões em fevereiro de 2020, segundo informou o Banco Central nesta quarta-feira (25). No mesmo mês do ano passado, o déficit foi de US$3,3 bilhões.

A elevação de US$570 milhões no déficit decorreu da redução de US$154 milhões no superávit da balança comercial de bens, de maiores déficits nas contas de serviços (US$239 milhões) e de renda primária (US$224 milhões), e de elevação dos ingressos líquidos de renda secundária (US$47 milhões).

O déficit em transações correntes nos doze meses encerrados em fevereiro de 2020 somou US$52,9 bilhões (2,91% do PIB), ante US$52,3 bilhões (2,86% do PIB), em janeiro de 2020.

As exportações de bens totalizaram US$16,4 bilhões em fevereiro, aumento de 4,0% em relação ao mês correspondente de 2019. Na mesma base de comparação, as importações de bens aumentaram 6,0%, para US$13,9 bilhões.

Na comparação entre os primeiros bimestres de 2020 e 2019, as exportações reduziram 8,6% para US$30,9 bilhões, enquanto as importações aumentaram 2,9%, também totalizando US$30,9 bilhões.

A contração do saldo comercial, de superávit de US$3,7 bilhões no primeiro bimestre de 2019, para déficit de US45 milhões no período homólogo de 2020, determinou a ampliação do déficit em transações correntes no período.

O déficit na conta de serviços atingiu US$2,6 bilhões no mês, 10,2% superior ao resultado de fevereiro de 2019, US$2,4 bilhões. Destacaram-se o incremento na despesa líquida de aluguel de equipamentos, de US$937 milhões para US$1,5 bilhão, e a redução nas despesas líquidas de viagens, de US$760 milhões para US$ 403 milhões.

Em fevereiro de 2020, o déficit em renda primária aumentou 6,1% na comparação com fevereiro de 2019, somando US$3,9 bilhões.

Os gastos líquidos com juros somaram US$1,4 bilhão no mês, aumento de 35,3% na comparação inter anual, com incremento de despesas e estabilidade nas receitas. As despesas líquidas de lucros e dividendos somaram US$2,5 bilhões, redução de 6,1% ante fevereiro de 2019.

Os ingressos líquidos em investimentos diretos no país (IDP) somaram US$6,0 bilhões no mês, ante US$7,7 bilhões em fevereiro de 2019. O fluxo foi composto por ingressos líquidos de US$2,3 bilhões em participação no capital e de US$3,7 bilhões em operações intercompanhia. Nos doze meses encerrados em fevereiro de 2020, o IDP totalizou US$76,7 bilhões, correspondendo a 4,22% do PIB, em comparação a US$78,3 bilhões (4,28% do PIB) no mês anterior.

No mês, a saída líquida de investimento em portfólio no mercado doméstico somou US$3,4 bilhões, com saídas líquidas de US$4,5 bilhões em ações e fundos de investimento e ingressos líquidos de US$1,1 bilhão em títulos de dívida. No primeiro bimestre de 2020 houve saídas líquidas de US$1,9 bilhão em instrumentos de portfólio negociados no mercado doméstico, comparativamente a ingressos líquidos de US$10,7 bilhões observados em período similar, em 2019.

Reservas internacionais

Segundo o BC, o estoque de reservas internacionais atingiu US$362,5 bilhões em fevereiro de 2020. O incremento de US$3,1 bilhões nesse estoque, relativamente à posição de janeiro, decorreu principalmente da variação por preço, que gerou ganhos de US$2,5 bilhões.

A receita de juros adicionou US$549 milhões ao estoque, enquanto a variação por paridades contribuiu para reduzi-lo em US$460 milhões. No primeiro bimestre de 2020, os ganhos com preço de títulos acumulam US$4,6 bilhões.

Investimento Internacional

A PII apresenta, a cada data-base, os estoques de ativos e passivos financeiros entre residentes e não residentes no país. A diferença entre esses estoques é denominada PII líquida, com valores negativos expressando o maior volume de investimentos de não residentes realizados no país, quando comparados aos efetuados no exterior por residentes.

Os ativos da PII somaram US$892,5 bilhões na posição de dezembro de 2020, destacando-se as reservas internacionais, US$356,9 bilhões, e a posição de investimento direto no exterior, US$399,9 bilhões.

Os passivos da PII atingiram US$1,6 trilhão, dos quais a posição de IDP representou mais da metade, US$819,5 bilhões. A PII líquida de dezembro de 2020, portanto, foi devedora em US$731,9 bilhões, equivalente a 39,8% do PIB.

A PII líquida devedora de fevereiro de 2019 foi estimada em US$588,3 bilhões (32,3% do PIB). Comparativamente a dezembro de 2019, a posição tornou-se menos devedora em US$143,6 bilhões, dos quais US$139,2 bilhões correspondentes à redução do estoque de passivos.

A depreciação da moeda doméstica reduziu o estoque de passivos externos denominados em moeda nacional, tais como IDP – Participação no capital e títulos e ações negociados no mercado interno. A variação de preço também contribuiu para reduzir o estoque desses passivos.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies