Menu
2020-10-15T09:26:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ABAIXO DAS EXPECTATIVAS

‘Prévia do PIB’, IBC-Br sobe 1,06% em agosto

Este foi o quarto avanço mensal consecutivo; no ano, porém, índice acumula queda de 5,44%

15 de outubro de 2020
9:26
crescimento economia
Imagem: Shutterstock

A economia brasileira cresceu 1,06% em agosto, na comparação julho, segundo o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) divulgado nesta quinta-feira (15) pelo Banco Central.

Este foi o quarto avanço mensal consecutivo, mas veio abaixo da mediana das expectativas de analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Projeções Broadcast, do Grupo Estado, que apontava para uma alta de 1,70%. A faixa de projeções variava de 0,90% a 3,44%.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, porém, o recuo foi menor que o esperado. O IBC-Br caiu 3,92% em base anual, menos do que a mediana das estimativas apontava – contração de 4,10%.

Usado para avaliar ao ritmo da economia ao longo dos meses, o IBC-Br é conhecido como uma prévia do PIB. Ele considera a trajetória das variáveis da agropecuária, indústria e serviços, além de impostos sobre produtos.

O Banco Central informou ainda que o IBC-Br caiu 4,74% no trimestre encerrado em agosto, ante o mesmo período de 2019, acumulando baixa de 5,44%.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

debandada

Mais um conselheiro pede para deixar a Petrobras

Leonardo Antonelli é o quinto membro do colegiado a solicitar para que não seja reconduzido como indicado pela União, acionista controlador da empresa

libera o auxílio emergencial

Senado aprova texto-base da PEC Emergencial em 1º turno

Votação foi destravada após o governo ceder e o relator retirar o fim da obrigatoriedade de gastos mínimos com saúde e educação

Comprar ou vender, eis a questão

Brasil vira mercado “inoperável” com “risco Bolsonaro” e ameaças ao teto de gastos, dizem gestores de fundos

O cenário piorou com a intervenção nas estatais e o risco fiscal, mas nos patamares atuais fica muito arriscado apostar contra o país, segundo gestores de fundos

O melhor do seu dinheiro

Alguém chame os bombeiros

Hoje tivemos mais um dia de grande volatilidade nos mercados brasileiros, que entraram em parafuso com o temor de que o teto de gastos poderia vir a ser furado. Os investidores aguardam com grande ansiedade a votação da PEC Emergencial, aquela que permitirá o retorno do auxílio emergencial. E rumores de que ela seria desidratada […]

FECHAMENTO

Em dia de alta volatilidade, Lira salva Ibovespa de um fiasco e segura o dólar em R$ 5,66

A volatilidade reinou absoluta nesta quarta-feira (03) e mais uma vez Brasília foi responsável por movimentar os negócios no Brasil. Lá fora, o dia foi de cautela com a alta dos juros futuros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies