Menu
2020-12-14T19:17:57-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
abaixo do esperado

‘Prévia do PIB’, IBC-Br aponta para desaceleração da economia em outubro

Índice sobe 0,86% em outubro, abaixo da alta de 1,29% de setembro, e inferior aos 1,10% projetados pelo mercado

14 de dezembro de 2020
9:38 - atualizado às 19:17
pib queda
Imagem: Shutterstock

A economia brasileira continuou expandindo pelo sexto mês consecutivo em outubro, mas em um ritmo menor do que o visto em setembro e abaixo do esperado pelo mercado.

Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado nesta segunda-feira (14) pelo Banco Central e considerado uma espécie de prévia do PIB, apresentou crescimento de 0,86% em outubro.

A leitura veio abaixo da mediana das estimativas de 28 instituições financeiras consultadas pelo Projeções Braoadcast, que apontava para um crescimento de 1,10% do indicador. Todas as projeções indicavam expansão, de 0,40% a 2,0%.

O resultado também indicou uma desaceleração em relação a setembro, quando o indicador registrou alta de 1,29%.

Em relação ao mesmo período de 2019, o IBC-Br recuou 2,61%, muito mais do que a mediana de projeções apontava, recuo de 2,0%. As estimativas coletadas iam de queda de 3,70% a expansão de 0,30%.

Este foi o oitavo mês consecutivo em que o IBC-Br recuou na comparação anual. Em setembro, ele caiu 0,77%.

No acumulado do ano, o IBC-Br caiu 4,92%; o recuo foi de 3,93% nos 12 meses até outubro, sem ajuste sazonal. O BC projeta que o PIB vai cair 5,0% em 2020. No trimestre até outubro, porém, ele subiu 6,46%.

O IBC-Br considera a trajetória das variáveis da agropecuária, indústria e serviços, além de impostos sobre produtos, e é utilizado para avaliar ao ritmo da economia ao longo dos meses.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Educação

Ações da Cogna avançam, mesmo com prejuízo líquido de R$ 90,975 milhões no 1º trimestre

Confira outros destaques do balanço da empresa, que viu uma queda de 18,1% nos investimentos

Exile on Wall Street

As bolsas deixaram os fundamentos de lado esta semana — mas você não deve!

A semana é de resultados, mas não se fala em outra coisa a não ser na alta de juros, após reunião do Copom que levou a Selic para 3,5% ao ano. Além disso, a inflação americana, que veio acima da expectativa, elevou as estimativas de juros futuros nos Estados Unidos.  Com isso, mesmo empresas com […]

esg

BTG e consórcio de investidores compram ativos florestais da Arauco no Chile por US$ 385,5 milhões

Segundo o banco, a transação do TIG envolve cerca de 80,5 mil hectares de áreas florestais de “alta qualidade e com manejo sustentável”, nas regiões do Centro e Sul do país

No Velho Continente

Amplo apoio monetário é essencial para garantir volta da inflação à meta, diz Banco Central Europeu

A avaliação, consensual entre os dirigentes, é justificada por incertezas sobre a pandemia e o ritmo de vacinação contra o coronavírus

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies