Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-05T16:19:27-03:00
Estadão Conteúdo
Tirando da poupança

Poupança tem saque líquido de R$ 3,571 bilhões em fevereiro, diz Banco Central

No entanto, foi o menor volume de saques líquidos para meses de fevereiro desde 2018, quando as retiradas somaram R$ 708 milhões

5 de março de 2020
16:19
poupança
Imagem: Shutterstock

Após a retirada recorde de R$ 12,356 bilhões em janeiro, as famílias brasileiras voltaram a sacar recursos da caderneta de poupança em fevereiro. Dados do Banco Central mostram que, no mês passado, os saques líquidos somaram R$ 3,571 bilhões.

No entanto, esse foi o menor volume de saques líquidos para meses de fevereiro desde 2018, quando as retiradas somaram R$ 708 milhões. Em fevereiro do ano passado, os saques líquidos haviam sido de R$ 4,020 bilhões.

Em fevereiro deste ano, os depósitos brutos somaram R$ 194,346 bilhões, enquanto os saques brutos foram de R$ 197,918 bilhões. Assim, considerando a saída líquida de R$ 3,571 bilhões e o rendimento de R$ 2,384 bilhões ao longo do mês, o estoque total na caderneta de poupança atingiu R$ 834,428 bilhões.

No acumulado do primeiro bimestre de 2020, os saques líquidos da poupança já somam R$ 15,927 bilhões. As retiradas em dois meses superam os depósitos líquidos de R$ 13,327 bilhões na poupança em todo o ano de 2019.

Além do fraco cenário econômico e da resistência do nível elevado de desemprego, o início de todos os anos é marcado pela concentração de pagamento de impostos e de gastos extras com matrículas e material escolar.

O saldo da caderneta de poupança tem sido influenciado também pelo interesse de uma parcela dos investidores por outras aplicações. Isso porque, com a queda da Selic (a taxa básica de juros), a remuneração da poupança também vem diminuindo.

Atualmente, a poupança é remunerada pela taxa referencial (TR), que está em zero, mais 70% da Selic. A Selic, por sua vez, está em 4,25% ao ano, no menor nível da história.

Esta regra de remuneração vale sempre que a Selic estiver abaixo dos 8,50% ao ano. Quando estiver acima disso, a poupança é atualizada pela TR mais uma taxa fixa de 0,5% ao mês (6,17% ao ano).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Petrobras privatizada vira possibilidade, Itaú revisa projeções para o Brasil e outros destaques

A proximidade do ano eleitoral não aprofunda apenas as discussões sobre o aumento de gastos do governo com medidas assistencialistas, como o Auxílio Brasil e o auxílio aos caminhoneiros, confirmados na semana passada após uma manobra no teto de gastos. Com outubro engatando a reta final, restam poucas folhas no calendário de 2021 e oportunidades […]

privatização no radar

Petrobras (PETR4) pede que governo explique estudo para venda de ações; papéis dispararam mais de 6% com rumores sobre privatização

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou que a privatização “entrou no radar” do governo, mas destacou que o processo é uma “complicação enorme” e não deve sair tão cedo

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras na mira da privatização ajuda Ibovespa a recuperar parte das perdas recentes e bolsa sobe 2%; dólar cai a R$ 5,56

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abriu espaço para uma recuperação puxada pela Petrobras

FINANCIAL PAPERS

Polêmica com vazamentos não afeta balanço do Facebook (FBOK34) e ações avançam em NY

Mais cedo, o noticiário sobre a empresa era dominado por notícias menos favoráveis com a divulgação dos “The Facebook Papers”

Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies