Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-20T16:37:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
cepa mais infecciosa

França, Alemanha e Itália suspendem voos do Reino Unido, após mutação mais infecciosa do coronavírus

Não há evidências de que mutação seja mais letal do que a sua versão anterior ou que cause sintomas mais fortes, disse premiê britânico, Boris Johnson, ao anunciar medidas de restrição no sábado

20 de dezembro de 2020
13:00 - atualizado às 16:37
Coronavírus
Coronavírus - Imagem: Shutterstock

França, Alemanha, Itália, Bélgica e Holanda estão entre os países que anunciaram a suspensão de voos do Reino Unido, após cientistas reconhecerem uma mutação do coronavírus que permite uma disseminação mais acelerada da covid-19.

O país francês foi o último a decidir, neste domingo, pela suspensão de voos do Reino Unido em função da variante do vírus.

Mais cedo, a agência de notícias AFP já havia informado que a Alemanha também estava considerando "seriamente" limitar os voos do Reino Unido, citando uma pessoa do governo alemão.

Os Estados Unidos, por ora, não devem decidir pela suspensão, segundo o secretário-assistente do Departamento de Saúde do país, Dr. Brett Giroir.

A nova cepa do vírus ainda está sendo investigada por estudiosos britânicos. Até agora, não há evidências de que ela seja mais letal do que a sua versão anterior ou que cause sintomas mais severos, disse o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, no sábado (19).

Mais de mil pessoas foram infectadas pela mutação do Sars-Cov-2 no sul da Inglaterra, o que forçou Johnson a anunciar ontem medidas de restrição de circulação próximas das festas de fim de ano.

Hoje, a Itália e a Áustria já tinham anunciado a suspensão de voos do Reino Unido. O ministro das Relações Exteriores italiano, Luigi Di Maio, escreveu no Twitter que o governo italiano estava preparando uma medida para o bloqueio, sem indicação de quando a ordem entrará em vigor.

Bélgica e Holanda, por sua vez, já haviam cancelado temporariamente a entrada de voos vindos do Reino Unido em seus territórios.

Mutação já foi identificada no Brasil

A mutação não é totalmente nova: ela já foi encontrada, inclusive, no Brasil, no mês de abril, além de ter sido identificada também na Austrália e nos Estados Unidos.

Na sexta de noite, a agência reguladora de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos trouxe uma novidade ao departamento de vacinas contra a covid-19, ao autorizar o uso emergencial da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Moderna.

O FDA deliberou pelo uso do imunizante em pessoas com 18 anos ou mais, uma semana após ter aprovado a vacina da Pfizer em parceria com a BioNTech. Deste modo, o país passa a ter dois imunizantes aprovados contra o coronavírus.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies