Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-29T11:52:05-03:00
Estadão Conteúdo
olho nos bancos

Índice de liquidez do sistema financeiro sobe em dezembro ante junho, diz BC

IL é usado para avaliar a capacidade de pagamento de instituições financeiras em relação a suas obrigações

29 de abril de 2020
11:46 - atualizado às 11:52
Banco Central do Brasil
Banco Central do Brasil - Imagem: Shutterstock

O Índice de Liquidez (IL) do Sistema Financeiro Nacional (SFN) passou de 2,38 em junho de 2019 para 2,43 em dezembro, conforme o Relatório de Estabilidade Financeira (REF), divulgado nesta quarta-feira, 29, pelo Banco Central.

Esse indicador é usado para avaliar a capacidade de pagamento de instituições financeiras em relação a suas obrigações. Ele representa a relação entre os ativos mais líquidos do sistema bancário e a honra de seus compromissos em um prazo de 30 dias. Quanto maior o número, mais confortável é a situação de liquidez dos bancos.

Já o Índice de Liquidez Estrutural (ILE) passou de 1,16 em junho do ano passado para 1,13 em dezembro. O desejável é ter um índice perto ou acima de 1, já que esse termômetro serve para verificar quanto as instituições possuem de recursos estáveis em seus passivos para fazer frente a um ativo de mais longo prazo - seja ele crédito, investimento ou participação societária, entre outros.

Os dados divulgados nesta quarta pelo Banco Central têm como referência o mês de dezembro do ano passado - portanto, bem antes da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Os números, no entanto, servem como referência para se avaliar a situação do sistema financeiro brasileiro antes da crise, que se intensificou em março.

Índice de Basileia

Segundo o BC, o Índice de Basileia do SFN atingiu 17,1% em dezembro de 2019, ante uma taxa de 18,0% verificada em junho do ano passado.

O Índice de Basileia é um conceito internacional, definido pelo Comitê de Basileia, que estabelece uma relação mínima entre o Patrimônio de Referência (PR) e os ativos ponderados pelo Risco (RWA) dos bancos.

No Brasil, o índice a ser obedecido é de 8%. O porcentual significa que, para cada R$ 100,00 que um banco empresta, a instituição precisa ter R$ 8,00, levando-se em consideração o nível mínimo regulatório.

ROE

O Retorno Sobre Patrimônio Líquido (ROE) do sistema bancário atingiu 16,5% ao ano em dezembro de 2019, ante taxa de 15,8% em junho do ano passado.

De acordo com o BC, "a rentabilidade foi influenciada positivamente pelo crescimento da carteira de crédito com um mix mais rentável (aumento da margem de crédito bruta), acréscimo em resultado de participações e pela melhora na eficiência operacional dos bancos públicos". "Não obstante, as despesas de provisão apresentaram relevante acréscimo, viabilizada em contrapartida pelas rendas oriundas da reprecificação do crédito tributário, e reduziram a margem de juros líquida de provisão."

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Alívio no Orçamento

Com receita acima do esperado, Economia reduz estimativa de rombo nas contas públicas em 2022

Considerando todo o setor público, o que inclui Estados e Municípios, as novas projeções da pasta preveem até mesmo um saldo positivo

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) corre atrás do prejuízo e avança mais de 4% hoje; ethereum (ETH) recupera perdas da semana

As criptomoedas correm atrás do prejuízo e tentam recuperar parte da queda brusca registradas no último sábado

CRIPTO INSTITUCIONAL

Real digital vem aí! Banco Central prepara versão virtual da moeda brasileira para 2022

A instituição lançou um laboratório para estudar as possibilidades de uso e de execução de projetos com a versão virtual da moeda brasileira

Clube do Livro

Para ter sucesso nos investimentos, é preciso fugir das armadilhas da mente – É o que mostra o livro “A arte de pensar claramente”, de Rolf Dobelli

Compreender como o nosso cérebro funciona no processo de tomada de decisões é essencial para ter mais assertividade na vida financeira e nos investimentos.

Trilhas de Carreira

O que os cursos sobre liderança profissional não contam para você

Já vi e participei de muitas capacitações, mas poucas me transformaram genuinamente. Isso me faz refletir bastante sobre a essência dos líderes, e observo que há um padrão bem recorrente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies