Menu
2020-04-29T11:52:05-03:00
Estadão Conteúdo
olho nos bancos

Índice de liquidez do sistema financeiro sobe em dezembro ante junho, diz BC

IL é usado para avaliar a capacidade de pagamento de instituições financeiras em relação a suas obrigações

29 de abril de 2020
11:46 - atualizado às 11:52
Banco Central do Brasil
Banco Central do Brasil - Imagem: Shutterstock

O Índice de Liquidez (IL) do Sistema Financeiro Nacional (SFN) passou de 2,38 em junho de 2019 para 2,43 em dezembro, conforme o Relatório de Estabilidade Financeira (REF), divulgado nesta quarta-feira, 29, pelo Banco Central.

Esse indicador é usado para avaliar a capacidade de pagamento de instituições financeiras em relação a suas obrigações. Ele representa a relação entre os ativos mais líquidos do sistema bancário e a honra de seus compromissos em um prazo de 30 dias. Quanto maior o número, mais confortável é a situação de liquidez dos bancos.

Já o Índice de Liquidez Estrutural (ILE) passou de 1,16 em junho do ano passado para 1,13 em dezembro. O desejável é ter um índice perto ou acima de 1, já que esse termômetro serve para verificar quanto as instituições possuem de recursos estáveis em seus passivos para fazer frente a um ativo de mais longo prazo - seja ele crédito, investimento ou participação societária, entre outros.

Os dados divulgados nesta quarta pelo Banco Central têm como referência o mês de dezembro do ano passado - portanto, bem antes da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Os números, no entanto, servem como referência para se avaliar a situação do sistema financeiro brasileiro antes da crise, que se intensificou em março.

Índice de Basileia

Segundo o BC, o Índice de Basileia do SFN atingiu 17,1% em dezembro de 2019, ante uma taxa de 18,0% verificada em junho do ano passado.

O Índice de Basileia é um conceito internacional, definido pelo Comitê de Basileia, que estabelece uma relação mínima entre o Patrimônio de Referência (PR) e os ativos ponderados pelo Risco (RWA) dos bancos.

No Brasil, o índice a ser obedecido é de 8%. O porcentual significa que, para cada R$ 100,00 que um banco empresta, a instituição precisa ter R$ 8,00, levando-se em consideração o nível mínimo regulatório.

ROE

O Retorno Sobre Patrimônio Líquido (ROE) do sistema bancário atingiu 16,5% ao ano em dezembro de 2019, ante taxa de 15,8% em junho do ano passado.

De acordo com o BC, "a rentabilidade foi influenciada positivamente pelo crescimento da carteira de crédito com um mix mais rentável (aumento da margem de crédito bruta), acréscimo em resultado de participações e pela melhora na eficiência operacional dos bancos públicos". "Não obstante, as despesas de provisão apresentaram relevante acréscimo, viabilizada em contrapartida pelas rendas oriundas da reprecificação do crédito tributário, e reduziram a margem de juros líquida de provisão."

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fechamento

Dólar sobe, Eletrobras fecha em queda no exterior e ações de tecnologia sustentam alta de índices nos EUA

Renúncia de Ferreira Junior ao cargo de presidente da estatal brasileira afeta confiança dos investidores na privatização; S&P 500 e Nasdaq fecham em alta

SD PREMIUM

Segredos da bolsa: Ata do Copom é destaque em meio à preocupação com covid-19 e cenário fiscal

A queda do EWZ, o principal fundo de índice com ações brasileiras em Nova York, indica uma reabertura no vermelho para o Ibovespa na volta do feriado

Futuro da estatal

‘Temos dentro da Eletrobras profissionais capazes de me suceder’, diz Wilson Ferreira

Após deixar presidência, Wilson Ferreira responde se há conflito de interesse ao se manter no conselho da Eletrobras e, ao mesmo tempo, presidir a BR Distribuidora

Expectativas

Novo presidente da Eletrobras (ELET3) deve dar prioridade à privatização, diz Caio Megale

Após saída de Wilson Ferreira, analista afirma que ‘a privatização da Eletrobras tem sua importância pela sua situação atual e pelo seu grau de maturidade (para ser privatizada)’

Reformas

‘Vamos limpar a pauta, destravando o horizonte de investimentos’, diz Paulo Guedes

Ministro prometeu que o governo não irá aumentar impostos e reforçou que a atividade está se recuperando em ‘V’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies