Menu
2020-10-08T18:30:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
REAÇÃO

Governo diz que decisão de eurodeputados sobre acordo UE-Mercosul é ‘manifestação política’

Ministério da Economia afirma que acordo “não representa qualquer ameaça ao meio ambiente, à saúde humana ou aos direitos sociais”

8 de outubro de 2020
6:39 - atualizado às 18:30
União Europeia e Mercosul
União Europeia e Mercosul - Imagem: Shutterstock

O governo brasileiro reagiu à decisão do Parlamento Europeu de aprovar de forma simbólica uma resolução rejeitando o acordo entre União Europeia e Mercosul e a classificou de "manifestação de cunho político", sem efeitos reais sobre o processo legal de apreciação do tratado.

Em nota divulgada pelo Ministério da Economia na quarta-feira (7), o governo disse "acompanhar com atenção" a manifestação dos membros do Parlamento Europeu durante a aprovação do relatório de 2018 sobre a implementação da política comercial comum entre os dois blocos.

A resolução manifesta oposição ao acordo e diz que o pacto "não pode ser ratificado como está".

Em uma versão preliminar, o documento destacava "extrema preocupação com a política ambiental de Jair Bolsonaro, que vai na contramão dos compromissos firmados no Acordo de Paris, em particular no que trata do combate ao aquecimento global e proteção da biodiversidade". Mais tarde, o trecho que citava nominalmente o presidente foi suprimido, mas o tom de alerta permaneceu.

"Trata-se de manifestação de cunho político que, no entanto, ainda não se constitui como etapa do processo legal de apreciação parlamentar desse tratado", disse a Economia.

O acordo entre União Europeia e Mercosul foi fechado em junho de 2019 após vinte anos de negociações marcadas por idas e vindas. Desde então, porém, a política ambiental do governo entrou na mira de críticas de investidores e de autoridades, inclusive europeias.

Episódios como as queimadas na Amazônia, em meados do ano passado, e no Pantanal, mais recentemente, ajudaram a reforçar a imagem negativa da política de preservação ambiental do Brasil no exterior.

Em nota, a Economia reafirmou seu entendimento de que o acordo "não representa qualquer ameaça ao meio ambiente, à saúde humana ou aos direitos sociais". "Ao contrário, reforça compromissos multilaterais e agrega as melhores práticas na matéria.

O acordo contém dispositivos destinados ao fortalecimento da sustentabilidade ambiental e contempla atividades de cooperação técnica para a preservação da biodiversidade, o gerenciamento de florestas nativas, a pesca e a vida animal", diz o comunicado.

A pasta lembra ainda que o próprio tratado tem um capítulo sobre comércio e desenvolvimento sustentável. "Dessa forma, o Ministério da Economia compreende que a melhor maneira de endereçar as legítimas preocupações ambientais seria a própria aprovação e implementação do acordo", afirma.

A Economia informa ainda que as equipes técnicas do Mercosul e da Comissão Europeia estão dedicadas à revisão legal e jurídica do acordo e à solução de questões técnicas pendentes para possibilitar sua tradução, assinatura e encaminhamento para apreciação pelos parlamentos das partes.

*Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Musk em crise?

Ações da Tesla despencam após escassez global de chips e fechamento de fábrica

A equipe de linha de produção do Modelo 3 foi informada de que sua linha ficaria inativa do dia 22 de fevereiro a 7 de março.

PEGOU MAL

Balanço do quarto trimestre da Ultrapar não agrada e ações caem 8%

Embora o lucro tenha vindo acima da expectativa do mercado, a margem do Ebitda foi pressionada por um desempenho mais fraco de uma das principais subsidiárias da companhia, o Ipiranga.

Multimercados

Fundo Kinea Atlas reabre para captação; saiba onde investir

Criado em janeiro de 2017, o Atlas é um dos fundos multimercados de melhor desempenho da categoria, com um retorno de acumulado de 57,02%, contra 27,69% do CDI no mesmo período

estimativas

Governo espera R$ 25 bilhões com venda da Eletrobras

Valor é maior que inicialmente esperado porque MP inclui renovação antecipada da hidrelétrica de Tucuruí

Imposto de renda 2021

Receita Federal altera regras para declaração de Imposto de Renda de Bitcoin e criptoativos

A Receita criou uma categoria separada para esse tipo de investimento, que devem ser declarados nos campos próprios

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies