Menu
2020-09-07T20:42:03-03:00
Estadão Conteúdo
Recuperação

Exportações chinesas sobem acima do esperado em agosto

Exportações apresentaram expansão anual de 9,5% em agosto, depois de crescerem 7,2% em julho

7 de setembro de 2020
8:18 - atualizado às 20:42
china juros
Imagem: Shutterstock

As exportações da China mantiveram forte desempenho em agosto, à medida que a continuidade da recuperação global impulsionou a demanda externa. Dados do órgão alfandegário chinês mostram que as exportações da segunda maior economia do mundo apresentaram expansão anual de 9,5% em agosto, depois de crescerem 7,2% em julho ante igual mês do ano passado.

O resultado veio bem acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam alta de 7,3% no mês passado.

Já as importações tiveram queda anual de 2,1% em agosto, após diminuírem 1,4% em julho. O consenso do mercado para o último mês era de recuo bem menor, de 0,2%.

Em agosto, a China registrou superávit comercial de US$ 58,93 bilhões, menor que o saldo positivo de US$ 62,33 bilhões do mês anterior e também abaixo da projeção de US$ 51,85 bilhões de analistas.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Mercado agora

Ibovespa fecha em queda com descrença sobre possível recuo de ‘pedalada’

No exterior, expectativa em torno do primeiro debate entre os principais candidatos à presidência dos EUA inibiu apetite por risco

Fiador sem crédito

Investidores veem omissão de Guedes no Renda Cidadã e mostram cansaço com “Posto Ipiranga”

Agentes do mercado financeiro questionam voto de confiança no ministro da Economia como fiador da disciplina fiscal

recadinho

Relevância do cumprimento do teto no pós-crise será ainda maior, diz Tesouro

Tesouro Nacional reforçou o alerta de que é preciso acelerar as reformas para manter a confiança dos investidores e os juros baixos

impacto fiscal

Rombo nas contas do governo soma R$ 647,8 bilhões até agosto

O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 87,835 bilhões de julho

GIGANTE DEBILITADO

Membro do Fed projeta contração de 3% do PIB dos EUA em 2020

Presidente da distrital de Dallas também estima crescimento de 3,5% da economia em 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements