Menu
2020-02-05T18:45:58-03:00
Entra e sai de dólares

Fluxo cambial de janeiro fica negativo em US$ 384 milhões

Dados do Banco Central também apontam que o fluxo cambial da semana passada ficou negativo em US$ 374 milhões

5 de fevereiro de 2020
17:13 - atualizado às 18:45
Notas de dólar
Imagem: Shutterstock

Depois de registrar saídas líquidas de US$ 44,769 bilhões em 2019, o País fechou janeiro deste ano com fluxo cambial negativo de US$ 384 milhões, informou nesta quarta-feira, 5, o Banco Central.

No canal financeiro, houve saída líquida de US$ 1,518 bilhão no mês passado, resultado de aportes no valor de US$ 52,003 bilhões e de retiradas no total de US$ 53,520 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo de janeiro ficou positivo em US$ 1,133 bilhão, com importações de US$ 14,181 bilhões e exportações de US$ 15,314 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,845 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 3,410 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 10,060 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial da semana passada (de 27 a 31 de janeiro) ficou negativo em US$ 374 milhões, informou o Banco Central.

Pelo canal financeiro, ocorreu saída líquida de US$ 2,134 bilhões, resultado de aportes no valor de US$ 9,626 bilhões e de envios no total de US$ 11,760 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 1,760 bilhão no período, com importações de US$ 3,921 bilhões e exportações de US$ 5,681 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 491 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,644 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 3,546 bilhões em outras entradas.

Swap

Após o prejuízo de R$ 7,640 bilhões com as operações de swap cambial em 2019, o Banco Central registrou perda de R$ 7,615 bilhões em janeiro de 2019 com esses leilões pelo critério caixa.

Pelo conceito de competência, houve prejuízo de R$ 9,171 bilhões. O resultado pelo critério de competência inclui ganhos e perdas ocorridos no mês, independentemente da data de liquidação financeira. A liquidação financeira desse resultado (caixa) ocorre no dia seguinte, em D+1.

O BC obteve ainda um lucro de R$ 97,519 bilhões com a rentabilidade na administração das reservas internacionais no ano passado. Entram nesse cálculo ganhos e prejuízos com a correção cambial, a marcação a mercado e os juros.

Já o resultado líquido das reservas, que é a rentabilidade menos o custo de captação, ficou positivo em R$ 87,930 bilhões em janeiro. O resultado das operações cambiais no período ficou positivo em R$ 78,760 bilhões. Atualmente, as reservas internacionais estão próximas dos US$ 359 bilhões.

O BC sempre destaca que, tanto em relação às operações de swap cambial quanto à administração das reservas internacionais, não visa ao lucro, mas fornecer hedge ao mercado em tempos de volatilidade e manter um colchão de liquidez para momentos de crise.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Recuperação intranquila

Ibovespa passa por instabilidade com possível demissão de Mandetta, mas ainda fecha em alta firme

O Ibovespa terminou a sessão com ganhos de mais de 6%, mas ainda assim ficou distante das máximas e aquém das bolsas americanas. Tudo por causa das incertezas relacionadas à permanência do ministro da Saúde no cargo

Números atualizados

Brasil tem 553 mortes e 12 mil casos confirmados do novo coronavírus

Brasil chegou a 553 mortes em razão da pandemia do coronavírus, segundo atualizaçãodo Ministério da Saúde. Número representa um aumento de 13%

Fundos

Comprada em bolsa nos EUA, Verde Asset diz que volta de preços ocorrerá ‘mais rápido do que muitos imaginam’

Mercado já colocou nos preços uma brutal queda de lucratividade das empresas, que será revertida ao longo dos próximos anos, segundo a gestora

Não tem pra todo mundo

‘Não há como ajudar todos os setores’, diz presidente do Santander

Presidente do Santander Brasil, Sergio Rial afirmou que deve-se evitar que mais setores venham buscar dinheiro no governo por conta da crise

Premiê com covid-19

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, dá entrada em UTI

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deu entrada em uma unidade de terapia intensiva após a piora no seu quadro médico, disse a BBC

Tensão em Brasília e na bolsa

Ibovespa perde força após jornal afirmar que Bolsonaro vai demitir Mandetta ainda hoje

O Ibovespa se distanciou das máximas após as primeiras notícias quanto à demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

Dinheiro guardado

Poupança volta a captar em meio à crise do coronavírus

Os depósitos na poupança superaram os saques em R$ 12,168 bilhões no mês passado. Com isso, a captação líquida de março foi a maior da série histórica para o mês

Jogo franco

Não há condições para fazer com segurança nova projeção para 2020, diz Anfavea

Anfavea critica restrição de bancos em relação a crédito e cobra atuação do governo federal

efeito coronavírus

PIB do Brasil deve cair 2% em 2020, diz Fitch; América Latina deve encolher 2,6%

Projeção de queda para o PIB da América Latina é maior do que a observada durante a crise financeira global de 2008/2009

medida de prevenção

Doria estende em 15 dias quarentena em São Paulo

Segundo o governo, contágio já chegou a cem cidades paulistas; recomendação é que as pessoas fiquem em casa; serviços considerados essenciais continuam em funcionamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements