Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-19T09:51:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
MAIS UMA REVISÃO

Economistas voltam a revisar para cima projeções para inflação em 2020

Relatório Focus mostra que expectativas para IPCA subiram de 2,47% para 2,65%

19 de outubro de 2020
9:25 - atualizado às 9:51
Desenho de quatro homens tentando segurar um maço de dinheiro, que tenta "voar", em referência à inflação.
De olho na alta de preços e nas reações do Banco Central, os investidores devem ficar atentos esta semana - Imagem: Shutterstock

As expectativas do mercado para a inflação no País subiram pela décima semana consecutiva, com os economistas passando a prever que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechará o ano em 2,65%.

A previsão está na edição mais recente do Relatório Focus, levantamento de projeções feito pelo Banco Central (BC), divulgado nesta segunda-feira (19). Na semana passada, a expectativa é de que a inflação atingisse 2,47%. Há quatro semanas, o mercado projetava alta de 1,99%.

O Focus mostra que, para o ano que vem, os economistas projetam uma inflação de 3,02%, estabilidade ante o projetado anteriormente.

A escalada dos preços no País representa um desafio para as contas públicas, ao criar uma espécie de armadilha para a equipe econômica cumprir o teto de gastos em 2021.

Mas ela também pode ser boa para investidores, dependendo de como estão alocados, e abriu margem para boas oportunidades de investimentos em fundos imobiliários (FIIs)

Ainda que a mediana de estimativas para inflação esteja sendo constantemente revisada para cima, ela ainda está abaixo da meta estabelecida pelo Comitê de Política Monetária do BC, o Copom, de 4%, e também do piso do sistema de metas, de 2,5%, em 2020.

PIB

Os economistas ouvidos pelo BC voltaram a melhorar as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. A mediana das projeções aponta para uma contração de 5% da economia este ano.

Na semana passada, a expectativa era de queda de 5,03%, enquanto há quatro semanas a projeção era de retração de 5,05%. Mas para 2021, a mediana sofreu redução, de crescimento de 3,50% para alta de 3,47%.

Os números mostram que o País está se recuperando dos efeitos da pandemia de covid-19, ainda que em uma velocidade menor que gostaríamos.

Divulgado na quinta-feira (15), o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), utilizado para avaliar ao ritmo da economia ao longo dos meses, apontou que a economia cresceu 1,06% em agosto, na comparação com julho. Este foi o quarto avanço mensal consecutivo.

Câmbio

Pela segunda semana consecutiva, o Relatório Focus mostrou que os economistas do mercado financeiro pioraram as projeções para a taxa de câmbio ao final do ano, em meio a notícias de piora da situação fiscal.

A mediana das expectativas mostra agora que o dólar deve fechar 2020 em R$ 5,35, acima dos R$ 5,30 estimados anteriormente. Há quatro semanas, era esperado R$ 5,25.

O dólar é muito sensível a qualquer informação sobre deterioração das condições políticas e econômicas do Brasil. Toda vez que há preocupação sobre estes temas, os investidores buscam ativos considerados mais seguros, como é o caso da moeda americana e o ouro.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje?: Unidos do Aperto Monetário… Nota… Dez!

Como se não bastasse ter que se preocupar com os resultados de Vale e Petrobras, que juntas representam mais de 20% do Ibovespa, ainda teremos que digerir a alta de 150 pontos-base da Selic

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: bolsa deve refletir taxa de juros mais alta em dia de leitura do PIB dos EUA

A agenda de balanços conta com Petrobras e Vale, enquanto o exterior deve sentir cautela antes da inflação nos EUA amanhã

NA DÚVIDA, ADIA

No restabelecimento da presença obrigatória em Brasília, governo fica sem quorum e retira PEC dos Precatórios

Nova tentativa de votação é esperada para hoje, mas o temor de que não haja deputados em quantidade suficiente para a aprovação persiste

Aquele 1%

Com juros em alta, esses títulos de renda fixa te pagam 1% ao mês, com baixíssimo risco e pouco esforço

A rentabilidade dos sonhos do brasileiro está de volta aos investimentos conservadores, e CDBs que pagam 1% ao mês ou mais já estão fáceis de encontrar

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Alta da Selic, bons números da Weg, IPO do Nubank e dividendos da Gerdau: veja o que marcou o mercado hoje

Há cerca de um mês, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou que a autoridade não mudaria o “plano de voo” a cada novo dado da economia brasileira. Mas, veja só, a realidade obrigou a instituição a recalcular a rota: há pouco, o Copom elevou a Selic em 1,50 ponto percentual, ao […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies