⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-04-23T17:11:28-03:00
Estadão Conteúdo
Em meio ao covid-19

Concessões de crédito livre da 11ª a 14ª semana de 2020 subiram 61,4% a empresas

No caso das pessoas físicas, a alta foi de 6,5%. Considerando o crédito total (empresas e famílias), a alta foi de 44,1%

23 de abril de 2020
17:11
Banco Central do Brasil
Banco Central do Brasil - Imagem: Shutterstock

O Banco Central informou nesta quinta-feira, 23, que as concessões de crédito a empresas e famílias aumentaram entre a 11ª e a 14ª semana do ano - período compreendido entre o dia 9 de março e o dia 3 de abril. Em meio à pandemia do novo coronavírus, as instituições financeiras registraram aumento de 61,4% nas concessões de crédito para pessoas jurídicas no período, na comparação com o mesmo intervalo do ano passado. No caso das pessoas físicas, a alta foi de 6,5%. Considerando o crédito total (empresas e famílias), a alta foi de 44,1%.

Os dados levam em conta as operações livres - aquelas que não utilizam recursos da caderneta de poupança ou do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Além disso, não entraram na conta as operações com cartão de crédito e cheque especial, as duas modalidades de crédito, de caráter emergencial, bastante acessadas pelos tomadores em momentos de dificuldades.

Conforme o BC, a exclusão dessas duas modalidades do cálculo busca direcionar o foco para as operações não rotativas. Além disso, as informações do cartão à vista, que são a maior parte das concessões do cartão de crédito, são mensais. Não há informação semanal para essa modalidade.

No início desta semana, o BC já havia publicado dados recentes de concessão em sua página na internet. A divulgação ocorre em meio a críticas, vindas do empresariado brasileiro e mesmo do Congresso Nacional, de que os recursos disponibilizados pelo BC para os bancos não estão chegando na ponta final de crédito - ou seja, às empresas e às famílias.

Desde o início da crise, o BC já disponibilizou o equivalente a R$ 1,2 trilhão às instituições financeiras. Setores do empresariado, no entanto, reclamam que o dinheiro está "empoçado" nos bancos. Isso ocorreria porque as instituições, em função da crise, estariam mais seletivas na concessão de empréstimos e financiamentos.

Os dados desta quinta do BC indicam que a concessão de crédito, durante o período de crise, está aumentando. No acumulado das 14 primeiras semanas de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado, as concessões subiram 34,0% para as empresas e 13,9% para as pessoas físicas. Considerando o crédito total, o avanço é de 27,4%.

Isoladamente, porém, estes números pouco dizem sobre o atendimento da demanda neste período de crise. Questionado pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) por meio de sua assessoria de imprensa, o BC informou que não possui dados a respeito do comportamento da demanda por crédito neste período de crise.

Na prática, não há dados que permitam estimar até que ponto a alta das concessões está, de fato, atendendo à demanda por crédito de empresas e famílias, neste momento de isolamento social e paralisação de diversas atividades econômicas.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

apetite

Em negócio milionário, Cosan (CSAN3) compra fatia de 4,9% da Vale (VALE3) — ações despencam

7 de outubro de 2022 - 16:15

Cosan (CSAN3) vai desembolsar R$ 17 bilhões pelas ações ordinárias da Vale (VALE3); papel do conglomerado já cai 6,58%

BITCOIN NA SEMANA

Não deu para o bitcoin: criptomoedas escorregam no payroll e aprofundam bear market; saiba o que esperar da próxima semana

7 de outubro de 2022 - 15:23

Semana contou com multa à Kim Kardashian, CDBC global, ethereum killers a todo vapor e outros destaques

DESTAQUES DA BOLSA

Ações da MRV (MRVE3) despencam após suspensão da capitalização da Resia; veja os novos planos da construtora para a subsidiária norte-americana

7 de outubro de 2022 - 13:36

De acordo com a companhia, a operação só será retomada quando o cenário macroeconômico dos EUA estiver novamente favorável ao mercado de capitais

O caminho mais seguro

Por que você ainda deve investir em Tesouro Selic, mesmo que os juros tenham parado de subir

7 de outubro de 2022 - 13:19

Para o Itaú BBA, Selic pode permanecer alta por mais tempo do que o mercado espera, e investidor deve manter 60% da sua carteira de títulos públicos em Tesouro Selic

ELEIÇÕES 2022

Simone, Ciro “envergonhado” e até FHC: aonde esses apoios podem levar um eventual governo Lula

7 de outubro de 2022 - 13:15

O petista se movimenta de modo a angariar o máximo apoio possível e confirmar, no fim de outubro, um favoritismo que lhe é atribuído desde sua ressurreição para a política

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies