Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-06T17:57:42-03:00
Estadão Conteúdo
medida anticrise

CMN aumenta valor máximo de depósitos a prazo com garantia especial (DPGE)

Limite por titular passou de R$ 20 milhões para R$ 40 milhões; autorizado no dia 26, o DPGE também foi utilizado para dar liquidez ao mercado durante a crise de 2008

6 de abril de 2020
13:35 - atualizado às 17:57
Cédulas de real
Cédulas de real - Imagem: Shutterstock

O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu nesta segunda-feira, 6, ampliar os limites para que os bancos captem recursos por meio do Depósito a Prazo com Garantia Especial (DPGE). A garantia especial no caso virá do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). O limite por titular passou de R$ 20 milhões para R$ 40 milhões.

"A mudança faz parte das medidas preventivas adotadas pelo Banco Central e pelo CMN para assegurar a manutenção da liquidez do Sistema Financeiro Nacional em momento de maior aversão a risco no contexto atual de incertezas quanto ao desdobramento da crise de saúde pública de importância internacional relacionada à covid-19", afirmou a autoridade monetária, em nota.

Autorizado pelo CMN no dia 26 de março deste ano, o DPGE também foi utilizado para dar liquidez ao mercado no momento de estresse provocado pelos efeitos da crise mundial de 2008 no Brasil.

Entre as regras do DPGE estão o valor mínimo de emissão de R$ 1 milhão, prazo mínimo de 12 meses e máximo de 24 meses, sendo vedado o resgate antecipado. Os bancos foram autorizados a usar o instrumento com o limite de R$ 2 bilhões por conglomerado e as emissões poderão ocorrer até o início de 2022.

Para fazer jus à garantia especial, as instituições devem recolher ao FGC contribuição mensal equivalente a 0,03% do saldo captado. Caso a instituição ofereça contragarantias ao FGC na captação, essa contribuição especial é reduzida para 0,02%.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Petrobras privatizada vira possibilidade, Itaú revisa projeções para o Brasil e outros destaques

A proximidade do ano eleitoral não aprofunda apenas as discussões sobre o aumento de gastos do governo com medidas assistencialistas, como o Auxílio Brasil e o auxílio aos caminhoneiros, confirmados na semana passada após uma manobra no teto de gastos. Com outubro engatando a reta final, restam poucas folhas no calendário de 2021 e oportunidades […]

privatização no radar

Petrobras (PETR4) pede que governo explique estudo para venda de ações; papéis dispararam mais de 6% com rumores sobre privatização

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou que a privatização “entrou no radar” do governo, mas destacou que o processo é uma “complicação enorme” e não deve sair tão cedo

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras na mira da privatização ajuda Ibovespa a recuperar parte das perdas recentes e bolsa sobe 2%; dólar cai a R$ 5,56

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abriu espaço para uma recuperação puxada pela Petrobras

FINANCIAL PAPERS

Polêmica com vazamentos não afeta balanço do Facebook (FBOK34) e ações avançam em NY

Mais cedo, o noticiário sobre a empresa era dominado por notícias menos favoráveis com a divulgação dos “The Facebook Papers”

Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies