Menu
2020-10-05T15:07:59-03:00
Estadão Conteúdo
de olho na demanda

Carteira total de crédito deve crescer 9,4% em 2020, diz Febraban

Segundo a Febraban, os resultados são fruto, principalmente, do sucesso dos programas de crédito público implementados pelo setor bancário

5 de outubro de 2020
15:07
crédito cartão
Imagem: Shutterstock

A carteira total de crédito no Brasil deverá crescer 9,4% em 2020 na comparação com o ano anterior, apontou nesta segunda-feira, 5, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), conforme pesquisa realizada entre 23 e 30 de setembro, mostrando mais otimismo em relação ao levantamento anterior. Na pesquisa de agosto a expectativa era de expansão de 6,3% da carteira.

Segundo a Febraban, os resultados são fruto, principalmente, do sucesso dos programas de crédito público implementados pelo setor bancário. A melhora na avaliação do cenário é resultado, principalmente, da revisão para cima do desempenho do crédito direcionado, cuja previsão de expansão mais que dobrou, passando de 3%, em agosto, para 7,1%, em setembro.

Para os clientes pessoas jurídicas, a projeção passou de uma alta de 12,3% para 15,7%. Já para a carteira de crédito destinado aos clientes pessoas físicas passou de 5,6% para 6,7%. A Febraban explica que esse aquecimento é influenciado tanto pela recuperação da atividade econômica quanto pela continuidade da elevada demanda por capital de giro pelas empresas.

Para 2021, a pesquisa também captou melhora. O desempenho esperado da carteira de crédito total passou de alta de 7% para 7,2% na pesquisa atual.

O levantamento mostrou que para a grande maioria dos participantes (94,7%) a taxa básica de juros deve fechar o ano em 2% ao ano e nenhum dos respondentes acredita que o Copom fará cortes na Selic em sua próxima reunião, nos dias 27 e 28 de outubro).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

BOA NOTÍCIA

Acionistas vão se beneficiar da nova política de dividendos da Copel

Novos parâmetros definidos pela empresa podem resultar em pagamentos significativos no curto prazo, segundo Goldman Sachs

Mercados hoje

Ibovespa abre o dia em alta, repercutindo Copom e risco fiscal; dólar cai

Os investidores repercutem hoje a decisão do Copom de manter a taxa básica de juros em 2% ao ano e a derrubada do forward guidance. Lá fora, bolsas seguem no embalo da posse do novo presidente dos EUA

Exile on Wall Street

Como planejar sua aposentadoria rápida?

Não sei exatamente onde está a melhor resposta para esse tipo de indagação, mas desconfio que não esteja nos livros de economia e finanças.

o melhor do seu dinheiro

O BBB dos fundos imobiliários

Vai começar mais uma edição do Big Brother Brasil, aquele programa da TV que ninguém admite que assiste, mas acompanha e sabe de tudo o que acontece. Confesso que fiquei até surpreso no dia em que ouvi o secretário de política econômica, Adolfo Sachsida, usar o participante do BBB Kleber Bambam como metáfora para explicar a […]

segunda onda

Hapvida vê aumento de atendimentos de urgência e internações por covid-19

Apesar da alta, empresa informa que está conseguindo realizar normalmente procedimentos cirúrgicos eletivos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies