2020-03-09T10:55:35-03:00
em meio ao caos

Câmbio será canal mais relevante de transmissão de política monetária, diz BC

Intervenções do BC no mercado cambial durarão o tempo “que for necessário” para funcionamento regular do mercado de câmbio, diz documento

9 de março de 2020
10:55
Imagem: Shutterstock

O câmbio passa a funcionar como canal mais relevante de transmissão da política monetária, diz o Banco Central, em documento da apresentação do diretor de Política Monetária do BC, Bruno Serra, prevista para esta manhã em São Paulo.

O material foi divulgado antes do evento e da abertura do mercado financeiro. A participação de Serra no "Oportunidades para Family Offices em 2020" da Bloomberg tinha início previsto às 9h10.

Segundo o documento, as intervenções do BC no mercado cambial durarão o tempo "que for necessário" para funcionamento regular do mercado de câmbio.

"A conjuntura permite dispor de todos instrumentos no volume que entender apropriado", segundo Serra.

Ele diz ainda que "não há preconceito ou preferência por nenhum dos instrumentos à disposição" para atuar no mercado de câmbio e lembrou que o "regime é de câmbio flutuante".

*Com Estadão Conteúdo

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira