Menu
2020-03-09T10:55:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
em meio ao caos

Câmbio será canal mais relevante de transmissão de política monetária, diz BC

Intervenções do BC no mercado cambial durarão o tempo “que for necessário” para funcionamento regular do mercado de câmbio, diz documento

9 de março de 2020
10:55
Dólar
Imagem: Shutterstock

O câmbio passa a funcionar como canal mais relevante de transmissão da política monetária, diz o Banco Central, em documento da apresentação do diretor de Política Monetária do BC, Bruno Serra, prevista para esta manhã em São Paulo.

O material foi divulgado antes do evento e da abertura do mercado financeiro. A participação de Serra no "Oportunidades para Family Offices em 2020" da Bloomberg tinha início previsto às 9h10.

Segundo o documento, as intervenções do BC no mercado cambial durarão o tempo "que for necessário" para funcionamento regular do mercado de câmbio.

"A conjuntura permite dispor de todos instrumentos no volume que entender apropriado", segundo Serra.

Ele diz ainda que "não há preconceito ou preferência por nenhum dos instrumentos à disposição" para atuar no mercado de câmbio e lembrou que o "regime é de câmbio flutuante".

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Pesquisa da FGV

Presente mais caro: inflação do Dia das Mães é a maior dos últimos quatro anos

Levantamento da FGV mostra que a inflação no Dia das Mães é a maior desde 2017; eletrodomésticos e passagens aéreas tiveram maiores saltos

Expansão

SPX Capital assume operações do Carlyle no país

As operações do Carlyle no Brasil serão absrovidas pela SPX Capital. Com isso, a gestora de Rogério Xavier se expande em private equity

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies