Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-09T15:16:23-03:00
Estadão Conteúdo
Títulos privados

BCs de emergentes podem necessitar ser comprador de última instância, diz Campos Neto

Roberto Campos Neto fez nesta quinta-feira, 9, em reunião com senadores, uma defesa da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 10, que permite que o BC compre títulos privados durante o período de crise

9 de abril de 2020
15:16
Roberto Campos Neto presidente do BC
Roberto Campos Neto na Sabatina na CAE do Senado. - Imagem: Pedro França/Agência Senado

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, fez nesta quinta-feira, 9, em reunião com senadores, uma defesa da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 10, que permite que o BC compre títulos privados durante o período de crise. A proposta, em tramitação no Senado, busca permitir que recursos de crédito possam chegar às empresas na ponta final.

Conforme a apresentação de Campos Neto, divulgada pelo BC, a visão é de que os bancos centrais de países emergentes "podem necessitar fazer as vezes de comprador de última instância" neste momento de crise. De acordo com Campos Neto, "vários estão tomando providências neste sentido".

Em defesa da PEC, Campos Neto lembrou que a corrida por liquidez provocada pela pandemia do novo coronavírus "exacerba precificação de risco de crédito mesmo de boas empresas". Na prática, o risco das empresas sobe, o que dificulta o acesso ao crédito. Para Campos Neto, a experiência internacional mostra que o governo precisa tomar parte do risco do mercado de crédito.

Na conversa com os parlamentares, Campos Neto pontuou que países como Estados Unidos, Japão e Reino Unido, além da zona do euro, adotaram programas de compra de ativos de empresas não financeiras. Além das economias avançadas, lembrou Campos Neto, países emergentes lançaram programas de compra de ativos. É o caso de Tailândia, Colômbia, Filipinas, Polônia, Turquia, África do Sul e República Tcheca.

Na apresentação, Campos Neto destacou ainda que o programa de compra de ativos proposto na PEC tem como alvo debêntures, Cédulas de Crédito Imobiliário (CCI), Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), notas comerciais, Cédulas de Crédito Bancário (CCB) e fundos creditórios. Pela proposta incluída na PEC, o novo instrumento de compra de ativos não inclui Bolsa (ações) e fundos de investimentos.

Campos Neto participou de videoconferência com senadores no fim da manhã desta quinta, para tratar de aspectos da PEC. Na lista original de participantes constava 14 senadores.

Aprovada na Câmara, a PEC nº 10 - conhecida como PEC do Orçamento de Guerra - deve ir a votação no Senado na próxima segunda-feira, dia 13. Se aprovada sem alterações, ela seguirá direto para sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro. Caso haja alterações, o texto retornará à Câmara.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

O que vem depois da lua?

Depois do recorde: até onde vai a alta do bitcoin? Especialista em criptomoedas responde

Depois da aprovação do primeiro ETF em criptomoedas, o bitcoin (BTC) não para de subir e as estimativas são otimistas — mas os EUA podem mudar o jogo

Analistas respondem

Ações da Vale aprofundam queda no ano com sinais ruins do relatório de produção e vendas no 3º trimestre. Hora de comprar VALE3?

Analistas apontam que, enquanto a produção foi sólida, a venda de minério de ferro veio abaixo do esperado até pelas estimativas mais conservadoras

Puxando os ETFS

Chove bitcoin, molha ETF: fundos de índice brasileiros sobem até 19% em dia de recorde do BTC

Enquanto o primeiro ETF de criptomoeda dos Estados Unidos avança tímidos 3%, na B3, o avanço é de até 19,78%

Cabo de guerra

Sem explicar origem da verba, Bolsonaro confirma Auxílio Brasil em R$ 400 e promete respeitar teto de gastos

Apesar da promessa do presidente, o governo flerta com a flexibilização do teto para conseguir arcar com o valor do benefício

Prévia da estatal

Petrobras (PETR4) anuncia produção do terceiro trimestre hoje, mas os dados da ANP já antecipam o que vem por aí; confira

Os dados chegam ao mercado em um momento de fortes críticas à política de preços da companhia e ameaças de desabastecimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies