Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-19T14:54:07-03:00
Estadão Conteúdo
Revolucionário

BC registra 5,2 milhões de transações em três dias de funcionamento do PIX

A expectativa do mercado é que o sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs, por ser um sistema gratuito e estar disponível a qualquer hora

19 de novembro de 2020
14:54
Banco Central BC Copom Selic ata
Fachada da sede do Banco Central (BC) em São Paulo - Imagem: Shutterstock

O diretor de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, afirmou nesta quinta-feira, 19, que, em três dias de operação plena do PIX, foram realizadas 5,2 milhões de transações e movimentados R$ 4,6 bilhões.

Leia também:

O PIX é o sistema brasileiro de pagamentos instantâneos, que entrou na fase de funcionamento pleno na segunda-feira, 16. Ele permite a realização de pagamentos e transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano, principalmente pelo celular.

A expectativa do mercado é que o sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs, por ser um sistema gratuito e estar disponível a qualquer hora. Mas também servirá para efetuar compras on e offline. Por ser instantâneo, as trocas devem ocorrer em até 10 segundos. Conforme Pinho de Mello, que participou de um evento virtual organizado pelo site UOL, o tempo médio das transações realizadas até o momento ficou próximo de 1 segundo.

O principal objetivo do sistema é aumentar a digitalização das transações financeiras no Brasil. Segundo o BC, a adesão também ajudará a aumentar a competição no mercado financeiro e reduzir o uso de papel moeda.

Até agora, mais de 73 milhões de chaves PIX foram cadastradas. A chave de usuário é um identificador de contas: o cliente pode cadastrar um número de celular, e-mail, CPF, CNPJ ou um EVP (uma sequência de 32 dígitos a ser solicitado no banco). Por meio dela, é possível receber pagamentos e transferências. A chave é um "facilitador" para identificar o recebedor, mas não é indispensável para receber um PIX.

Maquininhas

Segundo Pinho de Mello, empresas de maquininhas de cartão vão oferecer aos varejistas serviços ligados ao PIX, como a cobrança por meio de QR Code. "Hoje, o pagador não gasta nada para usar o cartão", disse. "Mas a trilha, que tem a maquininha, que faz o dinheiro sair da conta e chegar ao varejista, este sistema é remunerado pelas taxas cobradas dos varejistas."

Ele afirmou que várias empresas de maquininha vão passar a oferecer o PIX. Assim, o varejista poderá utilizar o QR Code na cobrança, por exemplo. "E esse serviço vai ser cobrado (do varejista)", afirmou. "A expectativa é de que este serviço seja barato. Porque o PIX é barato."

Segurança

O diretor do BC afirmou que sequestros relâmpagos não serão facilitados pelo PIX. Segundo ele, não faz sentido acreditar que o sistema facilita crimes assim, em função de suas características de funcionamento.

"Esse tipo de crime (sequestro relâmpago) não é perpetrado por meio de transferências bancárias", afirmou Pinho de Mello. O diretor lembrou que sequestradores geralmente forçam as vítimas a fazer saques em caixas eletrônicos, justamente porque o dinheiro vivo não é rastreável. "O PIX é", disse.

Para que o sequestrador tivesse acesso aos recursos, ele precisaria ter uma conta em seu nome - o que tornaria a operação rastreável - ou utilizar a conta de terceiros, para saque posterior. Em todos os casos, o dinheiro destino do dinheiro pode ser seguido.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Índice geral de preços

IGP-M avança 0,78% em julho e acumula alta de 33,83% em 12 meses

O resultado é influenciado principalmente pelos efeitos sazonais, exportações e alta no Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA)

Esquenta dos Mercados

PIB e inflação dos EUA devem movimentar o dia enquanto temporada de balanços avança e anima mercados

E mais: China acalma medo regulatório dos investidores e bolsas da Ásia sobem, animando os índices pelo mundo

Contrato assinado

Petrobras assina contrato para venda da Gaspetro

O valor da venda é de R$ 2,03 bilhões, assinado com a empresa Compass Gás e Energia S.A.; o fechamento da transação está sujeito a aprovação pelo Cade

Estrada disputada

TCU aprova plano de concessão da Dutra e dá aval à isenção de pedágio para motos

Atualmente a rodovia é administrada pela CCR, mas contrato, que já foi prorrogado, se encerra no começo do próximo ano, e haverá um novo leilão

Cerveja em alta

Com crédito tributário, Ambev lucra quase R$ 3 bilhões no segundo trimestre

Decisão do STF levou a um impacto positivo de R$ 1,6 bilhão no resultado final, mas fabricante de bebidas apresentou crescimento de 19% nos volumes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies