Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-17T08:35:34-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Atuação do BC chinês e agenda corporativa cheia dão força extra aos negócios

Os novos cortes nos juros pelo Banco Central chinês ajuda o mercado a balancear a notícia da queda do PIB japonês. As bolsas americanas ficam fechadas por conta de feriado

17 de fevereiro de 2020
8:03 - atualizado às 8:35
Balanços / relatórios
Imagem: Shutterstock

A semana começa com a liquidez do mercado comprometida, já que o feriado do Dia dos Presidentes deixa as bolsas americanas fechadas nesta segunda-feira.

Em uma semana que deve ser marcada pelos balanços corporativos, a dilvulgação do IPCA-15, na quinta-feira, também marca o calendários dos próximos dias. O resultado pode mais uma vez calibrar a torcida por cortes na Selic.

Ô Abre-alas

O noticiário corporativo promete ser movimento na semana pré-carnaval, com empresas de grande peso no Ibovespa divulgando os seus resultados. Os investidores ficam atentos e as companhais devem ser os grandes destaques dos próximos dias.

Hoje, fique atento aos números da queridinha Magazine Luiza. Na quarta-feira é a vez de Petrobras, seguida pela Vale na quinta-feira.

Você pode conferir o calendário de divulgação e a expectativa dos analistas para as 25 companhias que divulgam os seus resultados clicando aqui.

Nos Estados Unidos a temporada de balanços também continua com a divulgação do HSBC e Walmart na terça-feira, 18.

Boas novas

Durante o fim de semana, a tendência de queda no número de novos casos de coronavírus se confirmou. Essa é a 12ª queda seguida.

Já são 71 mil infectados e 1767 mortes registradas na China. Mesmo com o alívio da tensão do fator coronavírus, os investidores ainda monitoram os possíveis impactos que o surto terá na economia.

Ainda que a sombra do coronavírus paire sobre o mercado acionário, as bolsas chinesas fecharam em forte alta. É que o Banco Central chinês anunciou o corte no juros de sua linha de crédito de médio prazo para 3,15%. Em outra tentativa de conter os impactos da doença, a instituição também injetou 300 bilhões de yuans (US$ 43 bilhões) no sistema bancário.

A instituição se reúne na próxima quarta-feira para decidir sobre as principais taxas de referência e o corte preliminar aumenta as expectativas por cortes. A iniciativa deixa a maior parte dos mercados globais no azul e deve dar um gás extra ao pregão doméstico de hoje.

Enquanto as bolsas chinesas subiam 3%, no Japão a situação era bem diferente. Após dados do Produto Interno Bruto (PIB) local mostrarem um desempenho pior que o esperado no trimestre de outubro a dezembro, o índice acionário Nikkei caiu 0,69%.

O dia não tem grandes eventos econômicos na Europa, mas, impulsionado pelas notícias que chegam da China, o pregão europeu abre em alta e com novo recorde do Stoxx-600, o índice acionário do continente.

Um empurrãozinho do BC

Depois de atingir novos recordes seguidos, o dólar terminou a semana passada cotado a R$ 4,3004.

A recuperação parcial da moeda contou com o patrocínio do Banco Central, que realizou intervenções no câmbio, com dois leilões de US$ 1 bilhão cada.

O mercado deixa no radar novas atuações do BC caso a moeda atinja novos picos de stress.

Enquanto isso, o Ibovespa retornou ao patamar dos 114 mil pontos e fechou a sexta-feira com queda de 1,11%, a 114.380,71 pontos. Todos os setores do índice fecharam o dia no campo negativo, puxado principalmente pelo desempenho dos bancos.

Agenda

A atenção estará nos resultados corporativos, mas os próximos dias também reservam os números dos índices de gerentes de compras (PMI) preliminares de janeiro dos Estados Unidos, zona do euro e Alemanha ( sexta-feira) e do Reino Unidos (quarta-feira).

As atas da última reunião do Federal Reserve (quarta-feira) e do BCE (quinta-feira) também devem repercutir no mercado.

Greve na Petrobras

A paralisação de funcionários da Petrobras entra em mais uma semana.

A Federação Nacional de Petroleiros (FNP) informou que os trabalhadores de Merluza também aderiram à greve. Todas as plataformas do litoral paulista estão paralisadas.

Fique de olho

  • B3 aprovou a admissão do Grupo Pão de Açúcar (GPA) no Novo Mercado.
  • A Telefônica Brasil aprovou o pagamento de juros sobre capital de R$ 0,1499 para ações ON e R$ 0,1649 para PN.
  • BBM Logística entrou com o pedido de registro de oferta pública e migração para o Novo Mercado.
  • Carrefour anunciou a compra de 30 lojas do Makro, em uma transação que movimentou R$ 1,95 bilhão.
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

seu dinheiro na sua noite

Ibovespa recupera mais um degrau – e outros destaques do dia

Os monstros que assombravam o mercado financeiro no começo da semana foram ficando mais dóceis e domesticados com o passar dos dias. E isso graças à atuação dos bancos centrais ao redor do mundo. O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) segue injetando bilhões de dólares na economia para minimizar os impactos […]

RH do governo

Reforma administrativa deslanchou? Confira destaques do texto-base aprovado em comissão da Câmara

A proposta traz alguns pontos polêmicos, como a possibilidade de parcerias entre governo e iniciativa privada para a execução de serviços públicos

fique de olho

Dividendos: Equatorial Pará (EQPA3) define data e Marfrig (MRFG3) altera valor

Além disso, Equatorial Maranhão definiu data do pagamento dos proventos e Banco Modal definiu valores para juros sobre capital próprio; confira

Eletrobras, Correios e mais

Ativos na mesa: nova proposta para precatórios pode incluir ações de estatais em acordos de pagamento

Além das estatais, na lista de ativos que poderiam entrar na negociação estão imóveis, barris de petróleo do pré-sal e concessões de rodovias e ferrovias, por exemplo

fala, vale

Vale (VALE3): a receita para a queda das ações, segundo a própria empresa

Empresa teve de emitir um comunicado em resposta a um ofício da B3 que solicitava justificativas para a oscilação das ações da mineradora entre os dias 6 e 20 de setembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies