Menu
2019-12-05T08:38:00-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Oferta de ações

XP vai barrar fundos brasileiros criados para investir no IPO

A justificativa para a decisão foi o receio de que os órgãos reguladores brasileiros entendessem que se trata de uma oferta irregular. A medida atinge diretamente a gestora Vitreo, que criou dois fundos com o objetivo de aplicar nas ações da XP na oferta

4 de dezembro de 2019
19:01 - atualizado às 8:38
XP investimentos Escritório Fotos Google Street
Imagem: Divulgação

A XP Investimentos decidiu barrar a participação de fundos que foram criados para entrar na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da empresa. A informação, publicada pelo Valor Econômico a partir de um comunicado da área jurídica da corretora, foi confirmada pelo Seu Dinheiro.

O Seu Dinheiro apurou que a XP vem justificando a decisão de barrar os fundos brasileiros usando como argumento que está com receio da interpretação da Comissão de Valores Mobiliários sobre a oferta. A medida atinge diretamente a gestora Vitreo, que criou dois fundos com o objetivo de aplicar nas ações da XP na oferta. No primeiro dia de funcionamento, a gestora captou R$ 18 milhões.

O IPO da XP acontece na bolsa norte-americana Nasdaq. Os investidores brasileiros não são proibidos de participar do processo, desde que o façam por meio de fundos. A XP foi procurada e não comentou o assunto.

Eu apurei que várias gestoras brasileiras avaliam entrar na oferta, mas já havia a percepção de que a XP daria preferência na alocação aos investidores estrangeiros para evitar problemas com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ao contrário do que acontece no Brasil, apenas investidores profissionais podem participar de IPOs no mercado norte-americano. Isso significa que você só pode virar sócio da XP comprando as ações diretamente na Nasdaq depois da estreia ou via fundos como o da Vitreo.

Em ambos os casos, porém, você pode perder parte da valorização esperada para os papéis no primeiro dia de negócios em relação ao preço definido no IPO.

"A Vitreo entende que o fundo pode participar do bookbuilding da oferta. Isso não garante, contudo, que o fundo terá sua demanda atendida, integral ou parcialmente", informou a gestora, que vai manter aberta a captação para os produtos.

A XP pretende captar até US$ 2,1 bilhões no IPO. A faixa indicativa da ação foi estipulada entre US$ 22 e US$ 25. A definição do preço está prevista para o dia 10 de dezembro. O código de negociação da empresa na Nasdaq será simplesmente "XP".

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

números da pandemia

Brasil chega a 72,1 mil mortes por covid-19, diz Ministério da Saúde

Foram registrados 24.831 novos casos da doença; total chegou a 1.864.681

entrevista

‘Brasil virou pária do investimento internacional’, diz Persio Arida

Um dos signatários da carta de ex-ministros da Fazenda e do BC em defesa de uma retomada econômica “verde”, ele observa que o presidente tem feito uma “política ambiental horrenda” e na contramão do mundo

ao menos sete parlamentares

Verba de gabinete é usada para lucrar na internet

Deputados da base governista recorreram a empresas contratadas com dinheiro da cota parlamentar e assessores pagos pela Casa para gerir canais monetizados no YouTube

entrevista

‘Caminhamos para o precipício ambiental’, diz CEO da Suzano

Walter Schalka diz que a sustentabilidade tem de unir empresas e governo para que o Brasil possa virar uma potência ambiental no mundo

decisão da justiça

Ex-secretário, vereador e empresário de Marília tornam-se réus por fraudes

De acordo com o Ministério Público Federal, o grupo é acusado de corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements