Menu
2019-10-24T16:13:35-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Jornalista formado pela Universidade de Federal do Paraná (UFPR). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros veículos.
dia da catarinense

Ação da Weg sobe 4,45% após lucro de R$ 418 milhões no 3º trimestre e anúncio de fábrica na Índia

Receita cresceu 3,5%, chegando a R$ 3,3 bilhões, enquanto o ebitda atingiu R$ 579,1 milhões – alta de 18,4%; retorno sobre capital foi a 19,2%; papeis chegavam a R$ 25,85 no início da tarde desta quarta-feira

23 de outubro de 2019
13:36 - atualizado às 16:13
Fábrica da Weg em Santa Catarina
Fábrica da Weg em Santa Catarina. - Imagem: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

A ação ON da Weg (WEGE3) liderou os ganhos do Ibovespa nesta quarta-feira (23) após a companhia reportar crescimento da receita, do Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) e do retorno sobre capital investido (ROIC) no terceiro trimestre desse ano. A empresa também anunciou uma nova fábrica na Índia.

Os ativos terminaram o pregão com alta de 4,45%, a R$ 25,84. A reação do mercado é semelhante à da última temporada de balanços, quando a companhia apresentou um lucro 15,6% maior que o apurado no segundo trimestre de 2018. No ano, os papeis da Weg já acumulam alta de quase 50%.

No geral, o desempenho da empresa catarinense pode ser explicado pela gama de áreas de atuação: desde equipamentos eletroeletrônicos industriais até motores para uso doméstico; de geração, transmissão e distribuição de energia (GTD) a tintas e vernizes. O leque funciona como seguro para eventuais dificuldades de alguma divisão ou mercado.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Os analistas do Itaú BBA mantiveram o preço-alvo para a ação da Weg em 12 meses a R$ 18, mas disseram que essa projeção será atualizada em breve. A instituição ainda espera vendas mais fracas no segmento de geração de energia eólica.

"Haverá espaço para melhorias adicionais nas margens, já que o segmento de equipamentos industriais no Brasil começa a se recuperar, mas apenas uma vez que os projetos de expansão de capacidade ou novos investimentos ganhem força", afirmam os analistas.

Aos números

No terceiro trimestre deste ano, o lucro líquido da Weg foi de R$ 418,2 milhões - 9,7% a mais do que o mesmo período do ano passado. Analistas ouvidos pela Bloomberg esperavam que a cifra chegasse a R$ 410 milhões.

A receita cresceu 3,5%, chegando a R$ 3,3 bilhões, enquanto o Ebitda atingiu R$ 579,1 milhões - alta de 18,4%. O ROIC foi a 19,2% - crescimento de 2 pontos percentuais, na mesma base de comparação.

Em documento que acompanha o relatório, a Weg diz que o desempenho no mercado brasileiro no trimestre mostrou-se positivo nas principais linhas de negócio, "apesar da receita ainda impactada pela menor participação dos projetos de geração eólica".

A demanda por equipamentos de ciclo curto continua positiva, em especial em equipamentos eletroeletrônicos industriais, motores de uso doméstico e tintas, reflexo da melhora gradual do cenário econômico, diz a empresa.

Segundo a Weg, em equipamentos de ciclo longo, os negócios de T&D (transformadores e subestações) e geração solar continuam apresentando boa performance, com crescimentos consistentes desde o ano passado.

"No mercado externo continuamos a observar bom desempenho na receita e sustentação na entrada de pedidos para equipamentos de ciclo longo", diz a empresa. A Weg cita como exemplo geradores, transformadores e motores de alta tensão - usados em projetos de expansão e novos investimentos em segmentos de mercados como óleo e gás, mineração e água e saneamento.

"Para os equipamentos de ciclo curto começamos a sentir redução no ritmo dos negócios, com entrada de pedidos em ritmo menor do que os últimos meses, reflexo das mudanças do cenário macroeconômico que sinalizam menores perspectivas de crescimento global", diz a Weg.

Fábrica na Índia

A Weg também anunciou a instalação de uma nova fábrica de motores elétricos de baixa tensão em Hosur, na Índia. Com investimentos de aproximadamente US$ 20 milhões, a fábrica terá 13 mil metros quadrados de área construída e capacidade para produzir até 250 mil motores por ano, atingindo potências até 355 kW, diz a empresa.

Segundo a companhia, a unidade terá também serviços de engenharia de desenvolvimento e aplicação de produto, vendas e assistência técnica para atender aos clientes deste mercado.

Prevista para começar as atividades em 2021, a nova unidade será construída no mesmo parque fabril onde a Weg já possui uma fábrica de motores de indução e geradores síncronos e assíncronos de média e alta tensão. A empresa diz que vai empregar cerca de 320 novos colaboradores.

A Weg iniciou suas atividades na Índia em 2011, com a inauguração de uma fábrica com 32 mil metros quadrados de área construída em uma área de 170 mil metros quadrados. A unidade atende a Ásia, Oriente Médio, África e Oceania, e emprega 800 colaboradores no país.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Ranking

Os fundos de ações mais rentáveis de 2019: campeão rendeu quase 3 vezes o Ibovespa

Melhores fundos de ações do ano passado se destacam por gestão ativa, ausência de compromisso em seguir o Ibovespa ou estratégias com small caps

NOVAS NORMAS

Nova norma sobre lavagem de dinheiro influencia entrada do Brasil na OCDE, diz BC

A Circular nº 3.978 busca modernizar os procedimentos de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento ao Terrorismo (PLDFT) no Brasil

DE OLHO NO PIB

Nova grade de parâmetros pode trazer previsão de PIB maior que 2,4%, diz Waldery

Por outro lado, Waldery admitiu a possibilidade de retirada da projeção de receitas com a descotização de hidrelétricas da Eletrobras, que depende da privatização da companhia

VEM GRINGO

Bolsonaro autoriza entrada do Brasil em acordo que abre licitação a estrangeiros

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já havia dito na terça-feira, 21, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, que o Brasil entraria no acordo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Nada como um minuto após o outro

Quem disse que o futebol é uma caixinha de surpresas não conhece a bolsa de valores. Quando deixei a redação do Seu Dinheiro no começo da tarde para fazer uma entrevista, o dia estava azedo nos mercados. Na mínima, o Ibovespa chegou a ficar abaixo dos 117 mil pontos. Não faltavam razões para o mau humor. Pela […]

Eye of the tiger

Ibovespa Balboa: índice leva uma surra no começo do dia, mas vira a luta e crava uma nova máxima

Os temores quanto à disseminação do coronavírus colocaram o Ibovespa nas cordas durante a manhã. Mas, ajudado pelo bom desempenho das ações dos bancos, o índice partiu para cima e fechou em alta, chegando pela primeira vez aos 119 mil pontos

CURSO DO SEU DINHEIRO

Qual é a REAL sobre a aposentadoria aos 40 anos?

O Seu Dinheiro lançou nesta semana um projeto para acelerar a sua aposentadoria. Recebi diversos e-mails de leitores com dúvidas sobre o projeto. Aqui está tudo que você precisa saber.

NOVO IMPOSTO NO RADAR

Paulo Guedes está de olho em criar “imposto do pecado” sobre bebidas, cigarros e açúcar

Tal medida poderia impactar no futuro ações de empresas de bebidas como Ambev, além de sucroenergéticas, como São Martinho, Biosev e Cosan

POLÍTICOS NA MIRA

BC aperta cerco contra políticos e familiares envolvidos em transações suspeitas

Atualmente, políticos como deputados federais, senadores e ministros já são considerados politicamente expostos, assim como seus parentes de primeiro grau

NADA DE VÍRUS POR AQUI

Ministério da Saúde afasta suspeita de casos de coronavírus no Brasil

Segundo o secretário, o Brasil está preparado para lidar com uma eventual epidemia da doença

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements